Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.771,22
    +740,64 (+3,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

OPEP+ concorda em aumentar produção com mercado mais apertado

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- A Opep e seus aliados concordaram em retomar a produção interrompida diante da melhora das perspectivas para os mercados globais, já que a demanda tem resistido em grande parte à nova variante do coronavírus.

Most Read from Bloomberg

A aliança de 23 países liderada pela Arábia Saudita e Rússia aprovou o aumento de 400.000 barris por dia programado para fevereiro em reunião na terça-feira, de acordo com comunicado. O grupo está seguindo seu plano de restaurar gradualmente a produção interrompida durante a pandemia, depois que seus analistas previram um superávit menor neste trimestre do que o esperado anteriormente.

O consumo global de combustível continua a se recuperar do colapso de 2020. O tráfego e a atividade fabril estão subindo nos principais países consumidores asiáticos e os estoques estão cada vez menores nos EUA, elevando os preços do petróleo para quase US$ 80 o barril em Londres.

A Opep+ já reiniciou cerca de dois terços da produção que interrompeu nos estágios iniciais da pandemia. O grupo busca restaurar o restante em um ritmo que satisfaça a recuperação no consumo de combustível - e evite qualquer aumento inflacionário nos preços - sem colocar o mercado em nova queda.

Há dúvidas sobre se a Opep+ conseguirá realmente entregar o incremento mensal completo, dadas as recentes dificuldades de alguns membros, como Angola e Nigéria, para atingir suas metas de produção.

Apenas 130.000 barris por dia adicionais de petróleo da Opep+ devem chegar ao mercado em janeiro, seguido por 250.000 barris por dia em fevereiro, de acordo com Amrita Sen, analista-chefe de petróleo e cofundadora da Energy Aspects.

“Mesmo que o número anunciado seja 400.000, o que está chegando ao mercado é metade disso, talvez até menos”, disse Sen em entrevista à Bloomberg TV antes da reunião da Opep+.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos