Opep não altera previsão de demanda por petróleo em 2013

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) manteve nesta terça-feira sua previsão para a demanda global por petróleo em 2013, uma decisão que pode significar que o grupo manterá seu teto de produção em 30 milhões de barris por dia na reunião marcada para quarta-feira, em Viena.

Em seu relatório mensal sobre o mercado de petróleo, a Opep estima que a demanda pelo seu petróleo bruto em 2013 deve ficar inalterada em relação à projeção anterior, de 29,7 milhões de barris por dia. Isso significa uma queda de 400 mil barris por dia em relação ao nível deste ano.

O relatório também mantém inalterada as expectativas de crescimento na demanda mundial por petróleo em 800 mil barris por dia, o que deve ser coberto por uma produção maior dos EUA e do Canadá. A produção dos países fora da Opep deve crescer 900 mil barris por dia em 2013, para 53,8 milhões de barris por dia.

Segundo a Opep, "a fragilidade na economia global está causando uma grande dose de incerteza para as projeções para a demanda global por petróleo, que tem riscos de baixa, especialmente na primeira metade de 2013". "Boa parte desse risco pode ser atribuída não somente aos países da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), mas também à China e à Índia".

De acordo com a Opep, existem riscos elevados para as projeções de produção de petróleo, tanto de alta quanto de baixa, especialmente nos EUA, Brasil, Rússia, Síria, Iêmen, Sudão do Sul, China e México.

Mesmos com as incertezas, a Opep diz que uma projeção econômica melhor para 2013 "deve ajudar a dar suporte" para a estabilidade no mercado de petróleo.

Agora os participantes do mercado voltam o foco para as projeções da Agência Internacional de Energia (AIE), que serão divulgadas amanhã. As informações são da Dow Jones.

Carregando...