Mercado abrirá em 1 h 9 min
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,39
    +0,24 (+0,35%)
     
  • OURO

    1.816,10
    +1,60 (+0,09%)
     
  • BTC-USD

    38.100,33
    -12,30 (-0,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    944,39
    +17,63 (+1,90%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.112,06
    -11,80 (-0,17%)
     
  • HANG SENG

    26.204,69
    -221,86 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    27.728,12
    +144,04 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    15.113,75
    +40,25 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1211
    +0,0028 (+0,05%)
     

Opep+ ainda não avançou para resolver impasse, dizem fontes

·1 minuto de leitura
Sede da Opep, em Viena, Áustria

Por Olesya Astakhova e Alex Lawler

MOSCOU/LONDRES (Reuters) - A Opep+ ainda não avançou em resolver impasses entre Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos, que na semana passada impediram um acordo para aumentar a produção de petróleo, tornando outra reunião de políticas essa semana menos provável, afirmaram fontes da Opep+.

A Rússia tem trabalhado nos bastidores para trazer Riad e Abu Dhabi de volta à mesa para encontrar um caminho para um acordo, afirmaram fontes à Reuters. Porém, uma fonte russa disse nesta segunda-feira que uma reunião nesta semana não é esperada.

A disputa entre dois aliados da Opep do Golfo foi exposta na semana passada, desmoronando um acordo que teria impulsionado a produção a partir de agosto. Os preços do petróleo, já próximos da máxima desde 2018 devido a um mercado apertado, avançaram ainda mais com a falta de um acordo.

O impasse forçou a Organização dos Países Exportadores de Petróleo, Rússia e outros produtores, conhecidos como Opep+, a abandonar negociações sobre aumento de produção após dias de negociações.

A Casa Branca afirmou na semana passada que os Estados Unidos estava monitorando conversas entre a Opep e seus parceiros.

O Kremlin afirmou nesta segunda-feira que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente dos EUA, Joe Biden, não discutiram sobre a Opep+ ou preços de petróleo na reunião de sexta-feira.

Em declaração conjunta, nesta segunda-feira, a Arábia Saudita e o Omã pediram por cooperação conjunta entre a Opep e aliados.

(Reportagem de Alex Lawler)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos