Mercado abrirá em 7 hs
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,02
    +0,43 (+0,39%)
     
  • OURO

    1.812,80
    -3,10 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    29.061,38
    -936,54 (-3,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    647,18
    -23,50 (-3,50%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.086,76
    -557,52 (-2,70%)
     
  • NIKKEI

    26.349,57
    -561,63 (-2,09%)
     
  • NASDAQ

    11.893,00
    -42,50 (-0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2306
    +0,0123 (+0,24%)
     

Opas: 14 países das Américas já vacinaram 70% da população contra a covid-19

·2 min de leitura
Idoso recebe dose da vacina Pfizer/BioNtech contra covid-19 em Santiago, Chile, em 7 de fevereiro de 2022 (AFP/JAVIER TORRES) (JAVIER TORRES)

Os casos e mortes por covid-19 diminuíram nas Américas, exceto no norte, e 14 países da região já vacinaram totalmente 70% de sua população, informou a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) nesta quarta-feira (20).

Na última semana, os casos de covid-19 nas Américas diminuíram 2,3% e as mortes 15,2% em relação à semana anterior, mas no norte do continente, as infecções aumentaram 11,2%, e no Canadá, as internações também aumentaram em mais de 20%, disse Carissa Etienne, diretora da Opas, em uma entrevista coletiva virtual.

Além disso, com a retomada do turismo, os casos também aumentaram em alguns territórios caribenhos, como São Cristóvão e Névis, Santa Lúcia, Barbados e São Martinho.

Mais de dois terços das pessoas na América Latina e Caribe receberam duas doses, e muitos países da região têm algumas das maiores taxas de cobertura do mundo, disse a Opas, entidade regional da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Quatorze países já atingiram a meta da OMS de vacinar totalmente 70% de sua população até 30 de junho, disse a organização, observando "progressos consideráveis desde o início do ano".

"Há oito países e territórios que já vacinaram mais de 60% de sua população" e nos primeiros três meses de 2022 a Nicarágua aumentou a cobertura em 18%, Peru e Colômbia em 12% e Bolívia e Venezuela em quase 10%, detalhou a Opas.

No entanto, em algumas regiões a vacinação desalecerou ou se estagnou, como no Caribe, onde menos de 30% da população completou seu esquema vacinal. Esse é também o caso do Haiti, Jamaica, São Vicente e Granadinas e Santa Lúcia.

Guatemala, Guiana e Paraguai também não conseguiram vacinar metade da população.

"Agora temos suprimentos suficientes de vacinas para atender à demanda em toda a nossa região", explicou Etienne, que pediu aos países que integrem as vacinas anticovid-19 com outras imunizações de rotina para ajudar "as famílias a ficar em dia com todas as vacinas de vez".

A diretora da Opas também enfatizou a importância de vacinar mulheres grávidas porque em alguns países a covid-19 "se tornou a causa número um de mortes maternas".

erl/ps/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos