Mercado abrirá em 7 h 27 min
  • BOVESPA

    111.716,00
    -2.354,00 (-2,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.395,94
    -928,96 (-2,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,33
    -0,41 (-0,52%)
     
  • OURO

    1.644,00
    -11,60 (-0,70%)
     
  • BTC-USD

    18.776,26
    -186,12 (-0,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    430,31
    -14,23 (-3,20%)
     
  • S&P500

    3.693,23
    -64,76 (-1,72%)
     
  • DOW JONES

    29.590,41
    -486,29 (-1,62%)
     
  • FTSE

    7.018,60
    -140,92 (-1,97%)
     
  • HANG SENG

    17.907,21
    -26,06 (-0,15%)
     
  • NIKKEI

    26.459,35
    -694,48 (-2,56%)
     
  • NASDAQ

    11.295,00
    -81,75 (-0,72%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0819
    -0,0157 (-0,31%)
     

ONS vê queda mais forte da carga em setembro, eleva previsão de chuvas em reservatórios

Visão aérea da hidrelétrica de Furnas, no Brasil

SÃO PAULO (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) revisou para cima sua estimativa de chuvas nos reservatórios de hidrelétricas do país em setembro, ao mesmo tempo em que passou a esperar uma queda mais forte da carga de energia.

Segundo boletim divulgado nesta sexta-feira, o órgão espera que os lagos das usinas do Sudeste/Centro-Oeste recebam chuvas equivalentes a 73% da média histórica em setembro, ante 69% previstos na semana anterior.

O ONS também elevou sua projeção para o nível dos reservatórios do subsistema, a 49,7% ao final deste mês, ante 48,5% esperados inicialmente.

Já em relação às demais regiões, o ONS fez ajustes para cima na previsão de chuvas para o Sul (130% da média, ante 82%) e Nordeste (69%, ante 66%) e manteve as estimativas para o Norte (77%).

Para a carga de energia elétrica, o ONS passou a esperar recuo de 1,9% em relação a setembro de 2021, contra -1,2% esperado na semana anterior.

(Por Letícia Fucuchima)