Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.374,41
    +9,34 (+0,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

ONS vê maior queda na carga de energia para outubro e chuvas na média no Sudeste

·2 min de leitura

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) previu nesta sexta-feira uma queda maior para a carga de energia em outubro, passando a projetar um recuo de 3,8% na comparação anual, ante baixa de 2,1% vista na semana anterior, enquanto elevou a previsão para os reservatórios do Sudeste.

A nova estimativa de carga foi puxada principalmente pelo subsistema Sudeste/Centro-Oeste, que possui a maior demanda de eletricidade do Brasil.

Segundo o operador, a carga na região deverá registrar queda de 5,8% frente a outubro de 2020 --na semana passada, o recuo era calculado em 3,8%.

Já no Sul, a previsão de queda para o mês é ainda mais acentuada, de 7,6%, ante recuo de 4,7% estimado na semana anterior.

Na região Nordeste, a previsão de carga para o mês sofreu elevação de 0,1 ponto percentual na variação semanal, para avanço de 3,9%, enquanto no Norte a previsão caiu 0,7 ponto, para 1,9%.

Em relação aos reservatórios, a projeção é que eles cheguem até o fim do mês com 17,8% da sua capacidade na região Sudeste/Centro-Oeste, contra projeção de 16,7% feita na semana passada.

Na região Sul, o nível de armazenamento deve alcançar no fim do mês 44,3%, contra 39,9% estimado na semana passada, enquanto o Nordeste deve atingir 36,2% (versus 35,8% antes) e o Norte 46,6% (contra 46,4% antes).

CHUVAS NO SUDESTE

Em relação às chuvas nas regiões de hidrelétricas, o ONS reduziu levemente a previsão de afluência para o subsistema Sudeste/Centro-Oeste, que concentra os principais reservatórios de hidrelétricas do Brasil, para 101% da média para outubro, contra 103% previsto na semana anterior.

Já os reservatórios do Sul terão precipitações em 90% da média, contra 87% estimados na semana passada.

Para o Nordeste, as chuvas foram projetadas em 44%, versus 42% antes, enquanto para o Norte a projeção é de 90%, versus 89 na semana passada.

(Por Marta Nogueira; edição de Nayara Figueiredo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos