Mercado fechado

ONS suspende programa de incentivo de redução de energia à indústria

·2 min de leitura
Linhas de alta voltagem em Cubatão (SP), Brasil. (Photo by NELSON ALMEIDA / AFP) (Photo by NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
Linhas de alta voltagem em Cubatão (SP), Brasil. (Photo by NELSON ALMEIDA / AFP) (Photo by NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
  • Órgão suspende programa de resposta voluntária da demanda de energia; 

  • Suspensão se deve a melhora nas condições dos reservatórios; 

  • Órgão anunciou que programa pode retornar em 2022;

O Operador Nacional do Sistema (ONS) informou em comunicado à imprensa na última sexta-feira (5), que suspendeu o recebimento de ofertas de recursos adicionais de geração e de Resposta Voluntária da Demanda (RVD), lançado no auge da crise hídrica deste ano. O programa incentiva a indústria a reduzir ou deslocar seu consumo de energia para fora dos horários de maior demanda do sistema elétrico.

Segundo o ONS, “a melhora das condições hidroenergéticas, a efetividade dessas ações emergenciais e a garantia de suprimento de energia em 2021 são os principais motivadores da decisão”. Por outro lado, o operador não descartou, retomar o programa em 2022, “caso seja identificada a necessidade de recursos adicionais para atendimento à demanda por energia elétrica no País”, segundo o comunicado reproduzido pelo Estadão.

Como é o programa

O Programa de Resposta Voluntária da Demanda (RVD), foi lançado pela ONS para reduzir o consumo de energia de grandes consumidores ou tentar deslocar o horário de produção evitando os períodos de maior demanda. Mas por outro lado, o Governo não conseguiu adesões relevantes, diante da retomada da economia, após um longo período de estagnação trazida pela pandemia do Covid-19.

Mesmo assim, o ONS agradeceu o apoio e a participação dos agentes pelos esforços empreendidos, “que se mostraram fundamentais para atravessar esse período de escassez hídrica com sucesso, e que contribuíram também para o aprimoramento do setor elétrico brasileiro, com destaque para a participação da indústria no programa de RVD”, afirmou em nota.

Segundo a última previsão divulgada pelo ONS, os reservatórios das regiões Sudeste e Centro-Oeste, considerados "a caixa d´água do país" pelo sistema, devem chegar a 19,2% da sua capacidade no fim de novembro. Até domingo, estavam em 18,66%. A previsão durante o meio do ano, no auge da crise hídrica era de um nível de 10% no fim deste mês, segundo informações do portal G1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos