Mercado fechará em 5 h 18 min

ONS reduz estimativa e prevê queda de 4,6% da carga de energia em junho

Letícia Fucuchima

A previsão piorou frente à divulgada no fim da semana passada, que considerava uma redução de 4% da carga em junho A carga de energia no Sistema Interligado Brasileiro (SIN) deve cair 4,6% em junho na comparação anual, segundo estimativa do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) no boletim semanal do Programa Mensal de Operação (PMO). A previsão piorou frente à divulgada no fim da semana passada, que considerava uma redução de 4% da carga em junho.

O cenário do ONS aponta variações negativas para todos os subsistemas do país, explicadas principalmente pelas medidas de isolamento social devido à pandemia de covid-19. Para junho, são esperadas quedas de 5,2% para o Sudeste, com 35.269 megawatts (MW) médios; de 4,6% no Sul, com 10.261 MW médios; de 3,7% no Nordeste, com 9.886 MW médios; e de 2% no Norte, com 5.409 MW médios.

O boletim semanal apontou ainda uma melhora na afluência da região Sul, que vem enfrentando um período de seca: a expectativa é de que as afluências atinjam 70% da média histórica (MTL) para o mês de junho, contra 36% previstos na semana anterior. As estimativas indicam ainda 76% da MLT no Sudeste, 74% da MLT no Nordeste, e 111% da MLT no Norte.