Mercado abrirá em 6 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,53 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,15 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,64
    +0,25 (+0,34%)
     
  • OURO

    1.889,50
    +12,90 (+0,69%)
     
  • BTC-USD

    22.782,11
    -612,69 (-2,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    522,76
    -14,10 (-2,63%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,89 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.223,11
    -437,36 (-2,02%)
     
  • NIKKEI

    27.665,51
    +156,05 (+0,57%)
     
  • NASDAQ

    12.561,50
    -62,50 (-0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5388
    +0,0003 (+0,01%)
     

ONS prevê crescimento menor da carga de energia em dezembro e menos chuvas no SE/CO

Linhas elétricas entre Agen e Toulouse

SÃO PAULO (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) passou a prever um crescimento menor da carga de energia elétrica no Brasil em dezembro, ao mesmo tempo que fez um ajuste para baixo nas estimativas para nível de reservatórios e chuvas no Sudeste/Centro-Oeste ao final do mês, segundo boletim divulgado nesta sexta-feira.

Para a carga, o órgão estimou alta de 0,6% no último mês de 2022 no comparativo anual, ante 1,2% previsto na semana passada.

Já para os reservatórios de hidrelétricas do Sudeste/Centro-Oeste, o ONS estimou que cheguem ao final do ano com 51,2% da capacidade, um pouco abaixo dos 52,1% projetados anteriormente.

O volume de chuvas que devem chegar às hidrelétricas da região no mês deve ser um pouco menor. A previsão do órgão é de chuvas em 88% da média histórica em dezembro, ante 95% previstos na semana anterior.

Para os demais submercados, foram elevadas as estimativas de chuvas para o Sul (88% da média, ante 81% estimados na semana passada), Nordeste (89%, ante 81%) e Norte (190%, ante 159%).

(Por Letícia Fucuchima)