Mercado fechado

ONS piora projeção de carga de energia em janeiro, vê maior nível de reservatórios do SE/CO

Imagem da hidrelétrica de Furnas em São José da Barra

SÃO PAULO (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) passou a prever queda da carga de energia elétrica no Brasil em janeiro, ao mesmo tempo que ajustou para cima suas estimativas para nível de reservatórios e chuvas no Sudeste/Centro-Oeste ao final do mês, segundo boletim divulgado nesta sexta-feira.

Para a carga, o órgão projetou recuo de 0,8% no primeiro mês de 2023 no comparativo anual, contra uma alta de 1,6% prevista na semana passada.

Já para os reservatórios de hidrelétricas do Sudeste/Centro-Oeste, o ONS estimou que cheguem ao final de janeiro com 68,6% da capacidade, acima dos 65,2% projetados anteriormente.

O volume de chuvas que devem chegar às hidrelétricas da região no mês deve ser um pouco maior. A previsão do órgão é de chuvas em 119% da média histórica em janeiro, ante 116% previstos na semana anterior.

Para os demais submercados, foram elevadas as estimativas de chuvas para o Nordeste (107% da média histórica do mês, ante 104%) e Norte (163%, ante 157%) e reduzida a projeção para o Sul (72%, ante 83%).

(Por Letícia Fucuchima)