Mercado abrirá em 6 h 5 min
  • BOVESPA

    109.951,49
    +2.121,77 (+1,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.125,01
    -210,50 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,49
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.890,90
    +0,20 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    22.626,73
    -596,22 (-2,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    521,13
    -15,76 (-2,94%)
     
  • S&P500

    4.117,86
    -46,14 (-1,11%)
     
  • DOW JONES

    33.949,01
    -207,68 (-0,61%)
     
  • FTSE

    7.885,17
    +20,46 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    21.499,14
    +215,62 (+1,01%)
     
  • NIKKEI

    27.581,86
    -24,60 (-0,09%)
     
  • NASDAQ

    12.576,25
    +31,00 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5769
    +0,0095 (+0,17%)
     

ONS eleva projeção de investimento necessário para setor elétrico

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) apresenta na próxima semana uma revisão dos cálculos da quantidade de investimento que será necessário para a infraestrutura do setor elétrico nos próximos anos.

Segundo o órgão, o montante saltou para R$ 61 bilhões no ciclo 2023/2027 –pelas projeções anteriores o valor ficava em torno de R$ 24 bilhões para o ciclo de 2022/2026.

De acordo com o estudo do ONS, cerca de R$ 55,7 bilhões teriam que ser destinados a novas obras, sobretudo à ampliação da capacidade de escoamento.

Cinco estados concentrariam 80% do valor, segundo a projeção. São eles: Bahia (R$ 13,6 bilhões), Minas Gerais (R$ 13,1 bilhões), Maranhão (R$ 10,3 bilhões), Goiás (R$ 8,5 bilhões) e Piauí (R$ 4 bilhões).

O recurso é necessário para garantir a redistribuição de excedentes gerados.