Mercado abrirá em 7 h 43 min

ONS define plano decenal de desenvolvimento tecnológico

Gabriela Ruddy
·1 minuto de leitura

Para os anos de 2020 e 2021, a prioridade será a expansão das fontes renováveis, principalmente eólica e solar O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) atualizou o seu plano diretor de desenvolvimento tecnológico de 2020 a 2030. O plano é responsável por nortear os projetos de inovação e ganho de eficiência do operador durante a década. Para os anos de 2020 e 2021, a prioridade será a expansão das fontes renováveis, principalmente eólica e solar. De acordo com o ONS, as fontes trazem aumento de complexidade da operação para as equipes que atuam na sala de controle e na elaboração dos modelos de previsão. 2022 a 2024 Já para os anos de 2022 a 2024, o foco estará na modernização do setor elétrico, atualmente em discussão por meio do PLS 232/2016 no Congresso. O operador precisará definir questões associadas ao despacho e formação de preço. 2025 e 2027 Entre 2025 e 2027, as ações serão voltadas principalmente para a difusão da geração distribuída, modalidade na qual o consumidor gera sua própria energia, localmente ou de forma remota. 2028 a 2030 A partir de 2028, o ONS deverá tratar prioritariamente de temas ligados à mobilidade elétrica. “O recurso será usado em maior escala, exigindo mais previsibilidade do ONS e do sistema elétrico brasileiro”, explicou o órgão.