Mercado fechará em 3 h 47 min
  • BOVESPA

    113.378,20
    +95,53 (+0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.520,41
    +414,70 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,10
    +1,12 (+1,51%)
     
  • OURO

    1.752,10
    +0,40 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    43.318,48
    -76,17 (-0,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.077,59
    -23,93 (-2,17%)
     
  • S&P500

    4.445,40
    -10,08 (-0,23%)
     
  • DOW JONES

    34.951,48
    +153,48 (+0,44%)
     
  • FTSE

    7.063,40
    +11,92 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    24.208,78
    +16,62 (+0,07%)
     
  • NIKKEI

    30.240,06
    -8,75 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.149,50
    -169,25 (-1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2693
    +0,0137 (+0,22%)
     

OnlyFans vai banir a publicação de conteúdo sexual explícito a partir de outubro

·2 minuto de leitura

Dias após estrear como aplicativo nas lojas oficiais de Google e Apple, o OnlyFans anunciou que não permitirá mais a distribuição de conteúdo sexual explícito a partir de outubro de 2021. Reportado inicialmente pelo Bloomberg nesta quinta-feira (19), a plataforma estaria atendendo à crescente pressão de parceiros ao dar um fim à venda de fotos e vídeos que vão além de um simples nude.

“A partir de 1° de outubro de 2021, o OnlyFans proibirá a publicação de qualquer conteúdo que contenha conduta sexualmente explícita”, explica a plataforma em comunicado enviado ao site Input. “Para garantir a sustentabilidade a longo prazo de nossa plataforma e continuar a hospedar uma comunidade inclusiva de criadores e fãs, devemos desenvolver nossas diretrizes de conteúdo”, complementa.

“Os criadores continuarão a ter permissão para postar conteúdo com nudez, desde que atenda a nossa Política de Uso Aceitável. Essas alterações são para atender às solicitações de nossos parceiros bancários e provedores de pagamento”, destaca o OnlyFans. A companhia prometeu dar mais detalhes quanto ao novo regulamento no futuro.

Imagem ruim para investidores

De acordo com o Bloomberg, o OnlyFans atraiu mais de 130 milhões de usuários desde sua fundação. Nele, criadores de conteúdo de todos os tipos utilizam a plataforma como meio de distribuição de conteúdo exclusivo para apoiadores e, embora a plataforma tenha se popularizado na internet como um centro para compra e venda de conteúdo adulto, esse estava longe de ser seu único propósito.

Porém, a modalidade impulsionou o OnlyFans e não deu a ele uma imagem positiva para investidores. A plataforma afirma ter mais de 2 milhões de criadores que, através dela, receberam mais de US$ 5 bilhões oriundos dos mais de 130 milhões de usuários espalhados pelo mundo.

O OnlyFans está em busca de novos investidores e, apesar de ser avaliado em mais de US$ 1 bilhão, está com grande dificuldade para encontrá-los, conforme mostra um relatório do site Axios. E justamente a presença de conteúdos pornográficos como uma das modalidades conhecidas da plataforma seria a principal razão dessa dificuldade. Será que essa nova restrição pode ajudar ou deve minar a rentabilidade do serviço? Só o tempo dirá.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos