Mercado abrirá em 8 h 5 min
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,29
    -0,68 (-0,94%)
     
  • OURO

    1.749,20
    -2,20 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    45.745,54
    -2.122,24 (-4,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.144,62
    -80,91 (-6,60%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    23.955,18
    -965,58 (-3,87%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.237,00
    -89,00 (-0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1889
    -0,0105 (-0,17%)
     

OnlyFans vai proibir sexo explícito a partir de outubro

·1 minuto de leitura
Popularidade da plataforma cresceu durante a pandemia. Foto: Getty Images.
Popularidade da plataforma cresceu durante a pandemia. Foto: Getty Images.
  • Objetivo da empresa é atrair mais investidores

  • Popularidade da plataforma cresceu durante a pandemia

  • Nudez vai continuar permitida

A plataforma de conteúdo por assinatura OnlyFans vai banir conteúdos sexualmente explícitos a partir de outubro. Após divulgar uma versão mais comportada, a empresa vai continuar a permitir fotos ou vídeos com nudez em seu site principal.

Em comunicado divulgado ontem (19), o OnlyFans revelou uma intenção de mudar a percepção do público sobre sua marca — com mais de 130 usuários, a plataforma viu sua popularidade explodir durante a pandemia. Nela, trabalhadores sexuais, músicos e influencers podem postar conteúdos exclusivos para assinantes.

Celebridades como Bella Thorne, Cardi B and Tyga também aproveitaram a fama do site para abrir suas contas nele. Ainda assim, o OnlyFans quer se tornar mais amigável para investidores como bancos, já que tem um valor de mercado avaliado em mais de US$ 1 bilhão.

Até o momento, o OnlyFans era visto como um espaço seguro para trabalhadores sexuais. A empresa faturou cerca de US$ 2 bilhões em vendas no ano passado, dos quais ela detém um percentual de 20% via taxas.

As informações são da Bloomberg.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos