Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.645,15
    -1.423,40 (-1,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.066,11
    +340,15 (+0,67%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,60
    -0,41 (-0,57%)
     
  • OURO

    1.800,20
    +2,20 (+0,12%)
     
  • BTC-USD

    17.220,84
    +411,61 (+2,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    405,92
    +11,23 (+2,85%)
     
  • S&P500

    3.955,09
    +21,17 (+0,54%)
     
  • DOW JONES

    33.702,63
    +104,71 (+0,31%)
     
  • FTSE

    7.472,17
    -17,02 (-0,23%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.602,00
    +92,50 (+0,80%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4976
    +0,0312 (+0,57%)
     

OnlyFans 'matou' o bolo de pote? Usuários brincam com popularidade da plataforma

Os criadores de conteúdo do OnlyFans ganharam por volta de US$ 4 bilhões em 2021. Foto: REUTERS / Andrew Kelly.
Os criadores de conteúdo do OnlyFans ganharam por volta de US$ 4 bilhões em 2021. Foto: REUTERS / Andrew Kelly.
  • Usuários do Twitter brincaram com a popularidade do OnlyFans;

  • Criadores de conteúdo do OnlyFans ganharam por volta de US$ 4 bilhões em 2021;

  • Em 2021, plataforma teve receita líquida de US$ 932 milhões.

Nas últimas semanas, usuários do Twitter brincaram com a possibilidade de que o OnlyFans, serviço de conteúdo adulto por assinatura, tenha "acabado" com a venda de bolo de pote. O doce, muitas vezes associado à geração de renda complementar, promoveu memes e comentários nas redes sociais.

"Depois que inventaram OnlyFans nunca mais vi ninguém vendendo bolo de pote", brincou uma usuária na rede social. “Um tempo atrás geral vendia bolo de pote, agora é só conteúdo adulto”, comentou outro perfil.

Já outro usuário apontou para uma "possível solução" contra o fim da venda de bolo de pote. Afinal, por que não juntar as duas fontes de renda?

Enquanto isso, outro perfil criticou a associação feita entre criação de conteúdo na plataforma e empreendedorismo: “No Brasil neo-liberal, chamam vender bolo de pote e dirigir uber de empreendedorismo. Romantizam a miséria. Já tem uma vertente chamando Onlyfans de novo empreendedorismo. Mazelas que me fazem rir”.

O OnlyFans divulgou no começo deste mês seus resultados financeiros de 2021. A plataforma teve a receita líquida de US$ 932 milhões, cerca de R$ 4,8 bilhões, na cotação do período. Enquanto isso, os criadores de conteúdo receberam por volta de US$ 4 bilhões, o equivalente a R$ 21 bilhões. O resultado representou um aumento de 115% em relação a 2020.