Mercado fechará em 5 h 17 min
  • BOVESPA

    113.487,73
    -24,66 (-0,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.727,35
    -74,33 (-0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,58
    +2,05 (+2,37%)
     
  • OURO

    1.782,10
    -7,60 (-0,42%)
     
  • BTC-USD

    23.401,77
    -363,25 (-1,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    554,92
    -17,89 (-3,12%)
     
  • S&P500

    4.271,25
    -33,95 (-0,79%)
     
  • DOW JONES

    33.958,62
    -193,39 (-0,57%)
     
  • FTSE

    7.515,73
    -20,33 (-0,27%)
     
  • HANG SENG

    19.922,45
    +91,93 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    29.222,77
    +353,86 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    13.471,25
    -187,00 (-1,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2611
    +0,0293 (+0,56%)
     

ONG distribui mil cestas básicas para moradores da favela de Heliópolis, em SP

·3 min de leitura
SÃO PAULO, SP, 17.06.2021 - DOAÇÃO-CESTAS: Nesta quinta-feira (17), a ONG A Habitat para Humanidade Brasil, realiza a distribuição de mil cestas básicas para moradores da comunidade de Heliópolis, uma das maiores do estado de São Paulo. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 17.06.2021 - DOAÇÃO-CESTAS: Nesta quinta-feira (17), a ONG A Habitat para Humanidade Brasil, realiza a distribuição de mil cestas básicas para moradores da comunidade de Heliópolis, uma das maiores do estado de São Paulo. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A ONG Habitat para a Humanidade Brasil distribuiu, em parceria com a Unas (União de Núcleos, Associações dos Moradores de Heliópolis e Região), mil cestas básicas para moradores da favela de Heliópolis (zona sul), uma das maiores da cidade de São Paulo, na manhã desta sexta-feira (17).

A ação emergencial durante a pandemia de Covid-19 ajudou parte da população mais vulnerável da cidade. Os moradores foram escolhidos após um levantamento que a Unas fez, em que mapeou, visitou as famílias mais necessitadas e distribuiu senhas.

"Temos um observatório aqui e vimos que 56% da população daqui diminuiu uma das refeições, principalmente o café ou a janta, pela alta dos preços, falta de renda e desemprego. Temos 83% da população que tem como preocupação não ter comida para dar para as crianças e para o dia seguinte", diz Antonia Cleide Alves, presidente da Unas.

A entrega dos alimentos foi feita no campo de futebol de Heliópolis. A organização distribuiu todas as cestas no local, com distanciamento de quase 2 metros e obrigatoriedade do uso de máscara, seguindo todos os protocolos de segurança.

"Optamos por fazer a entrega no campo para que as pessoas não desanimem e vejam que toda a região está unida. Um estímulo para mostrar que ninguém vai passar fome e que empregos vão aparecer", destaca Antonia.

Apesar de ter grande foco para garantir que pessoas em condições de pobreza tenham um lugar digno para viver, a Habitat Brasil concentrou parte de seus esforços na entrega de alimentos também durante a pandemia.

"A gente já trabalha em Heliópolis há mais de dez anos fazendo melhorias e reformas nas casas, tornando a moradia digna. O que aconteceu com a pandemia é que ficou claro que as famílias estavam com muita dificuldade para conseguir renda para alimentação básica. Fizemos um movimento com nossa rede de parceiros e arrecadamos mil cestas", comenta Mário Vieira, diretor executivo da Habitat Brasil.

A instituição já distribuiu mais de 8.000 cestas básicas em 98 comunidades espalhadas pelo Brasil, inclusive em outros estados além de São Paulo, como Pernambuco e Amazonas, sempre com apoio de uma instituição local.

Uma das pessoas que recebeu foi Suzana Teixeira da Silva, 39 anos, que nasceu e mora em Heliópolis, com quatro filhos, um de 22, outro de 18 e gêmeos de um ano cada. Antes da pandemia, Suzana trabalhava como auxiliar de limpeza, mas foi demitida após engravidar.

"É a primeira vez que eu pego a cesta básica. A creche que as crianças frequentam me deu a senha para buscar a cesta. Tem sido muito difícil, ainda mais por estar desempregada, e essa cesta vai me ajudar demais", destaca.

Quem também contou com o apoio foi Francisca Cosmo do Nascimento, 47 anos, que mora há um ano e meio na região. Atualmente ela vende bolos, biscoitos e salgados após ter sido demitida do antigo emprego, em que trabalhava como auxiliar de cozinha de uma empresa de São Caetano (ABC).

"Tem sido bem complicado por não estar trabalhando e não poder sair de casa. Essa ajuda é muito importante, não só para mim, mas para todos os moradores daqui. Eu só tenho a agradecer. A comunidade é muito boa e se ajuda muito", diz Francisca. "Essa cesta básica chegou através da minha sogra", completa.

*

COMO DOAR

Habitat Brasil

- Todas as informações estão no site https://habitatbrasil.org.br/apoie/;

- Para doações em dinheiro: https://doe.hph.org.br/website/single_step;

- A pessoa também pode se tornar voluntária das ações, como o “Mão na Massa”, fazendo a inscrição no mesmo site;

Unas

- Todas as informações estão no site https://www.unas.org.br/doe;

- Dados para doar: Pix - CNPJ: 38.883.732/0001-40;

- UNAS - União de Núcleos, Associações dos Moradores de Heliópolis e Região;

- Banco: Caixa Econômica Federal (104); agência: 3124 | Conta: 376-7.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos