Mercado fechará em 3 h 23 min
  • BOVESPA

    113.705,11
    +422,44 (+0,37%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.509,66
    +403,95 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,37
    +1,39 (+1,88%)
     
  • OURO

    1.754,20
    +2,50 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    43.341,91
    +90,33 (+0,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.076,08
    -25,44 (-2,31%)
     
  • S&P500

    4.443,56
    -11,92 (-0,27%)
     
  • DOW JONES

    34.924,32
    +126,32 (+0,36%)
     
  • FTSE

    7.063,40
    +11,92 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    24.208,78
    +16,62 (+0,07%)
     
  • NIKKEI

    30.240,06
    -8,75 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.160,50
    -158,25 (-1,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2694
    +0,0138 (+0,22%)
     

OneWeb lança mais 34 satélites de satélites e já tem mais de 300 em órbita

·1 minuto de leitura

Nesta terça-feira (14), a OneWeb avançou mais um passo na expansão da sua constelação de satélites de internet. É que um foguete russo Soyuz foi lançado com 34 novos satélites da operadora que quer oferecer internet de banda larga a todos os lugares do mundo. Este foi o sexto lançamento de satélites da constelação realizado pela OneWeb neste ano, sendo que o anterior havia acontecido em agosto.

O foguete é operado pela empresa francesa Arianespace e deixou a plataforma do Cosmódromo de Baikonur às 15h07 (horário de Brasília). Dmitry Rogozin, diretor da agência espacial russa Roscosmos, confirmou que "o lançamento correu como o planejado". Agora, os satélites vão seguir gradualmente até a órbita operacional, a 1.200 km de altitude da Terra.

Todos os demais satélites da OneWeb foram lançados pela Arianespace, que, agora, chegou à marca de mais de 1.000 satélites levados à órbita ao longo de seus mais de 41 anos de operação de lançamentos. Agora, a OneWeb conta com 322 satélites em órbita e espera que a constelação esteja operacional em meados do ano que vem, quando alcançar o total de cerca de 650 satélites no espaço.

Quando estiver finalizada, a constelação de satélites da OneWeb poderá fornecer rede de banda larga e outros serviços ao mundo todo para clientes na água, terra e no mar — e, se essa descrição parece familiar, é porque este é serviço que compete com outros do setor, como o Projeto Kuiper, da Amazon, que ainda não lançou nenhum satélite, e a megaconstelação Starlink, da SpaceX, que já tem mais de 1.700 unidades em órbita.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos