Mercado fechará em 25 mins
  • BOVESPA

    115.976,53
    -157,93 (-0,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.957,76
    +528,01 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,17
    +2,54 (+3,04%)
     
  • OURO

    1.733,50
    +31,50 (+1,85%)
     
  • BTC-USD

    20.109,84
    +565,21 (+2,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    456,48
    +11,05 (+2,48%)
     
  • S&P500

    3.777,06
    +98,63 (+2,68%)
     
  • DOW JONES

    30.208,82
    +717,93 (+2,43%)
     
  • FTSE

    7.086,46
    +177,70 (+2,57%)
     
  • HANG SENG

    17.079,51
    -143,32 (-0,83%)
     
  • NIKKEI

    26.992,21
    +776,42 (+2,96%)
     
  • NASDAQ

    11.604,00
    +318,25 (+2,82%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1660
    +0,0921 (+1,82%)
     

Oncoclínicas e Unimed acertam criação de hospital contra o câncer de R$300 mi em SP

SÃO PAULO (Reuters) - A Oncoclínicas disse nesta quinta-feira que assinou memorando de entendimento vinculante com a cooperativa Unimed Nacional para um novo complexo hospitalar e centro integrado de tratamento ao câncer na cidade de São Paulo, com investimentos estimados em 300 milhões de reais.

O novo empreendimento, chamado de Cancer Center São Paulo e no qual a Oncoclínicas terá 75% de participação, contra 25% da Unimed, compreenderá 40 mil metros quadrados e tem conclusão estimada em 36 meses, disse a rede de clínicas de tratamento contra o câncer em fato relevante.

O centro incluirá 350 leitos para internações e 20 salas para cirurgias de alta complexidade.

"O Cancer Center poderá compreender serviços de outras especialidades, a ser definido entre as partes, e também atenderá pacientes de diversas operadoras de planos e seguros privados de assistência médica à saúde, atuando de forma independente", disse a Oncoclínicas.

A transação ainda depende da assinatura de documentos definitivos. Não foi especificado o local onde estaria o complexo.

O presidente da Unimed Nacional, Luiz Paulo Tostes Coimbra, disse à Reuters no início de agosto que a cooperativa, a maior do sistema Unimed, deveria anunciar algumas parcerias estratégicas nos próximos meses, inclusive com empresas da bolsa, no sentido de verticalizar a operação, mas na ocasião não abriu os nomes das companhias.

(Por Andre Romani)