Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.244,79
    -25,28 (-0,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    55.175,42
    +304,06 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,11
    +0,96 (+1,20%)
     
  • OURO

    1.929,90
    -12,70 (-0,65%)
     
  • BTC-USD

    23.049,74
    +105,56 (+0,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    523,51
    -3,68 (-0,70%)
     
  • S&P500

    4.060,43
    +44,21 (+1,10%)
     
  • DOW JONES

    33.949,41
    +205,57 (+0,61%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    +16,24 (+0,21%)
     
  • HANG SENG

    22.566,78
    +522,13 (+2,37%)
     
  • NIKKEI

    27.362,75
    -32,26 (-0,12%)
     
  • NASDAQ

    12.088,25
    +215,00 (+1,81%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5252
    -0,0136 (-0,25%)
     

OMS recomenda dose única de vacina contra HPV em busca de maior adesão

Considerando a baixa adesão à vacina do HPV (papilomavírus humano), a Organização Mundial da Saúde (OMS) resolveu mudar as diretrizes acerca do imunizante, tornando-o de dose única. A ideia é que as pessoas passem a buscar mais a fórmula, que até então era aplicada em duas doses.

Estudos já apontaram que a vacina contra o HPV pode ser uma alternativa para pacientes que removeram células pré-cancerígenas de colo do útero, uma vez que pode reduzir o risco de retorno destas células e, consequentemente, do câncer de cervical — também conhecido como câncer de colo do útero.

Ao divulgar a nova orientação, a OMS revelou números preocupantes que desencadearam tal escolha. Acontece que, entre 2019 e 2021, a cobertura com a primeira dose caiu de 25% para 15% das meninas de 9 a 14 anos. Assim, os especialistas esperam que a mudança melhore o acesso à vacina e possa expandir o número de meninas vacinadas.

Para que isso funcione, a recomendação da OMS é que os países fortaleçam seus programas de vacinação contra o HPV, agilizem a implementação e revertam os declínios na cobertura.

Como funciona a vacina do HPV no Brasil?

OMS muda vacina do HPV para dose única em busca de maior adesão (Imagem: FabrikaPhoto/Envato)
OMS muda vacina do HPV para dose única em busca de maior adesão (Imagem: FabrikaPhoto/Envato)

No Sistema Único de Saúde (SUS), a vacina do HPV é distribuída gratuitamente para os seguintes grupos:

  • meninas de 9 a 14 anos;

  • meninos de 11 a 14 anos;

  • imunossuprimidos de 9 a 45 anos, incluindo os que vivem com HIV/aids, transplantados e pacientes oncológicos.

Mesmo pessoas que já contraíram alguma forma de HPV devem se imunizar, caso se encaixem nos critérios do SUS, já que a fórmula é tetravalente. O público saudável de 9 a 20 anos pode tomar uma ou duas doses, mas os imunossuprimidos devem receber obrigatoriamente as duas doses da vacina.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: