Mercado fechado

OMS pede que covid-19 seja levada a sério: "Pandemia não acabou"

Frente ao cenário atual, a Organização Mundial da Saúde (OMS) pede que a covid-19 seja levada a sério novamente. O apelo vem após a décima segunda reunião do Comitê de Emergência do Regulamento Sanitário Internacional (2005), em que se conclui que a doença em questão continua sendo uma Emergência de Saúde Pública de Interesse Internacional.

Na reunião do comitê, médicos e autoridades de saúde discutiram casos crescentes, variantes de preocupação e medidas atuais em vigor para evitar que a situação da covid-19 no mundo piore. O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, chegou inclusive a usar o Twitter para se posicionar a respeito.

“Novas ondas do vírus mostram que a pandemia não acabou. Devemos reagir com ferramentas seguras e eficazes para prevenir infecções, hospitalizações e mortes”, afirmou o médico.

A Organização Mundial da Saúde cita uma “desconexão na percepção de risco da COVID-19 entre comunidades científicas, líderes políticos e público em geral” e “inadequações” no engajamento da comunidade em relação às medidas de segurança.

OMS reitera que a pandemia não acabou e que os líderes mundiais precisam reagir para prevenir as consequências negativas da doença (Imagem: photocreo/Envato)
OMS reitera que a pandemia não acabou e que os líderes mundiais precisam reagir para prevenir as consequências negativas da doença (Imagem: photocreo/Envato)

A ideia da OMS é que, diante disso, os líderes governamentais pelo mundo fortaleçam sua resposta nacional à covid-19 mesmo que isso represente um desafio com as opiniões atuais do público. Outra proposta é que as viagens internacionais sejam examinadas mais detalhadamente. Segundo a instituição, as metas de vacinação devem ser cumpridas para cada nação e os testes devem ser retomados em todos os países que desaceleraram os programas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos