Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.511,85
    -9,56 (-0,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

OMS inclui Butantan e Fiocruz entre 15 principais fabricantes de vacina do mundo

Desde a ascensão da pandemia, o Instituto Butantan e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) têm sido os principais responsáveis pelas vacinas contra a covid-19, aqui no Brasil. No entanto, nesta semana, a Organização Mundial da Sáude (OMS) reconheceu as duas instituições como integrantes da lista de 15 principais produtores mundiais de imunizantes.

A informação vem através do relatório “Global Vaccine Market”, que conta com afirmações do diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, a respeito da covid-19 e sua consequência em destacar a relevância dos imunizantes, embora a ocasião também tenha lançado luz sobre as desigualdades que os países enfrentam no acesso às vacinas.

De acordo com Adhanom, os países de baixa renda ainda lutam para acessar as vacinas que estão em demanda em todo o mundo. Em sua opinião, embora os preços tendam a ser escalonados de acordo com a renda, são necessários mais esforços para aliviar as disparidades de preços.

OMS inclui Butantan e Fiocruz entre 15 principais fabricantes de vacina do mundo (Imagem: SteveAllenPhoto999/Envato)
OMS inclui Butantan e Fiocruz entre 15 principais fabricantes de vacina do mundo (Imagem: SteveAllenPhoto999/Envato)

Na ocasião, a OMS colocou o Butantan no top 10 de produtores de vacinas com maior faturamento, sem contar os imunizantes contra covid-19. O relatório diz que o instituto em questão é responsável por 1% do faturamento mundial do mercado, com direito a um total de 100 milhões de doses de vacinas como gripe, hepatite A, hepatite B, dTpa (difteria, tétano e coqueluche) e raiva.

Enquanto isso, a Fiocruz integra o top 15 produtores de imunizantes, com um total de 12 produtos, incluindo os imunizantes contra a covid-19, febre amarela, poliomielite, e a tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), o que faz com a instituição entregue, em média, 120 milhões de doses anualmente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: