Mercado fechará em 26 mins
  • BOVESPA

    106.084,80
    -1.650,21 (-1,53%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.896,49
    -123,56 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,63
    +1,13 (+1,37%)
     
  • OURO

    1.794,50
    +12,60 (+0,71%)
     
  • BTC-USD

    60.758,94
    -2.251,78 (-3,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.446,14
    -56,89 (-3,79%)
     
  • S&P500

    4.551,15
    +1,37 (+0,03%)
     
  • DOW JONES

    35.732,62
    +129,54 (+0,36%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.349,00
    -129,75 (-0,84%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6022
    +0,0212 (+0,32%)
     

OMS escolhe Fiocruz para produzir nova vacina contra Covid-19 ainda em teste

·2 minuto de leitura
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 12.02.2021 - Funcionários da Fiocruz trabalham na etapa de envase da vacina produzida na fundação no Rio de Janeiro. (Foto: Ricardo Borges/Folhapress)
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 12.02.2021 - Funcionários da Fiocruz trabalham na etapa de envase da vacina produzida na fundação no Rio de Janeiro. (Foto: Ricardo Borges/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Fundação Oswaldo Cruz (​Fiocruz) foi selecionada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como centro da América Latina para o desenvolvimento e produção de uma vacina com tecnologia de RNA mensageiro em estágio pré-clínico.

O objetivo da iniciativa é ampliar o acesso às vacinas contra a Covid-19 na região.

A vacina candidata é baseada na tecnologia de RNA auto-replicativo (mesma usada nos imunizantes da Pfizer e da Moderna), e expressa não somente a proteína Spike, mas também a proteína N, para melhor resposta imunológica.

Essa tecnologia demanda menos necessidades produtivas, atingindo uma escala em termos de doses superior à de outras vacinas de mRNA. Isto permite que o seu custo seja inferior ao de outras vacinas semelhantes, possibilitando a ampliação ao seu acesso.

Uma vez desenvolvida, a vacina candidata passará pelo processo de pré-qualificação da OMS, que garante o cumprimento dos mais elevados padrões internacionais para garantir sua qualidade, segurança e eficácia.

A Fiocruz foi selecionada por meio do seu Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz). A escolha é resultado de uma chamada mundial lançada em abril deste ano. Cerca de trinta empresas e instituições científicas latino-americanas participaram.

“Esta será uma tecnologia que vem se somar à plataforma de adenovírus, utilizada na vacina Fiocruz/AstraZeneca para a Covid-19. O desenvolvimento de uma vacina da Fiocruz de mRNA é um passo fundamental para que o Brasil detenha o domínio tecnológico de duas plataformas fundamentais para o avanço no desenvolvimento de imunobiológicos", afirma a presidente da Fundação, Nísia Trindade Lima.

Além de fornecedora dessa vacina, a Fiocruz se comprometeu ainda a compartilhar seu conhecimento para a produção do imunizante com demais laboratórios da região, garantindo a eles a transferência de tecnologia para ampliar a capacidade produtiva regional.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos