Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,28
    +0,13 (+0,19%)
     
  • OURO

    1.810,90
    +0,40 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    39.799,30
    +1.357,82 (+3,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    981,48
    +54,71 (+5,90%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.517,85
    +91,30 (+0,35%)
     
  • NIKKEI

    27.672,29
    +88,21 (+0,32%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +17,75 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1462
    +0,0279 (+0,46%)
     

OMS e CDC entram em divergência sobre uso de máscara após vacinação

·2 minuto de leitura

Muitas pessoas já estão se vacinando contra a COVID-19, mas uma questão que vem à mente é a necessidade de usar máscara mesmo após a imunização completa, isto é, respeitando o prazo exigido pelas fórmulas até que o organismo fabrique anticorpos. Na última sexta (25), a Organização Mundial da Saúde fez um comunicado apontando que as pessoas totalmente vacinadas devem continuar usando máscara para conter a propagação do vírus, incluindo as novas variantes.

No entanto, a recomendação da OMS contradiz a do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC). O site do CDC atualmente informa que as pessoas totalmente vacinadas podem parar de usar máscaras e que grupos de pessoas podem se reunir em determinados lugares.

"Ainda vivemos em um mundo que está apenas parcialmente vacinado e que tem muita vulnerabilidade. Então, o que estamos dizendo é que, uma vez que você tenha sido totalmente vacinado, continue em segurança, porque você pode não estar totalmente protegido. Uma vez que você for vacinado, pode reduzir algumas medidas e diferentes países têm recomendações distintas a esse respeito, mas ainda há necessidade de cautela", aponta a OMS no comunicado.

"Pessoas totalmente vacinadas podem retomar as atividades sem usar máscaras ou se distanciar fisicamente, exceto quando exigido por leis. Por enquanto, as pessoas totalmente vacinadas devem continuar a fazer o teste se apresentarem sintomas da COVID-19 e seguir os requisitos e recomendações de viagens do CDC e do departamento de saúde", aponta o CDC, em contrapartida.

O que dizem os especialistas?

(Imagem: engy91/Envato)
(Imagem: engy91/Envato)

No último dia 11, o Canaltech conversou com médicos e ouviu que ainda é necessário o uso de máscaras como medida para barrar a transmissão da doença. Na ocasião, ressaltamos que a situação epidemiológica da COVID-19 é bastante diferente nos EUA e no Brasil, principalmente quando se observa a porcentagem de imunização da população: a meta do presidente norte-americano Joe Biden é vacinar 70% da população adulta contra a COVID-19 até o dia 4 de julho, enquanto no Brasil apenas 35% da população recebeu ao menos uma dose da vacina e apenas 12% completaram seu regime de imunização.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos