Mercado fechará em 1 h
  • BOVESPA

    122.200,21
    -3.475,12 (-2,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.162,21
    -472,39 (-0,91%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,73
    +0,11 (+0,15%)
     
  • OURO

    1.814,70
    -21,10 (-1,15%)
     
  • BTC-USD

    39.097,34
    -441,67 (-1,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    928,65
    -21,25 (-2,24%)
     
  • S&P500

    4.397,75
    -21,40 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    34.943,86
    -140,67 (-0,40%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.947,25
    -90,50 (-0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1501
    +0,1096 (+1,81%)
     

OMS debaterá riscos da Covid-19 na Olimpíada com Japão e COI

·1 minuto de leitura
Anéis olímpicos em Tóquio

Por Stephanie Nebehay

GENEBRA (Reuters) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta segunda-feira que debaterá com autoridades do Japão e o Comitê Olímpico Internacional (COI) como administrar os riscos da Covid-19 depois que os organizadores anunciaram que alguns espectadores poderão assistir presencialmente aos Jogos de Tóquio.

Mike Ryan, chefe do programa de emergências da OMS, disse que as taxas de infecção japonesas estão caindo e que os números são favoráveis na comparação com outros países que têm realizado eventos de larga escala.

Até 10 mil espectadores serão aceitos nos locais de competição da Tóquio 2020, disseram os organizadores da Olimpíada nesta segunda-feira, uma decisão que se chocou com a recomendação de alguns especialistas, que alertaram que realizar o evento sem torcedores seria a opção menos arriscada.

"O que nos deixa contentes é que as taxas de doença caíram persistente e constantemente no Japão ao longo das últimas semanas", disse Ryan em uma coletiva de imprensa em Genebra.

"Estamos cientes desta decisão hoje, e estamos acompanhando com o COI e com autoridades japonesas. Teremos mais uma conversa com elas e sua força-tarefa nesta semana para analisar esta nova decisão a respeito do público na Olimpíada".

Os espectadores estrangeiros já foram proibidos de comparecer ao evento, que começa no dia 23 de julho em meio à oposição pública e a uma preocupação profunda com um ressurgimento de infecções.

(Reportagem adicional de Emma Farge)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos