Mercado fechado

OMS busca identificar patógenos que podem causar pandemias

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está trabalhando para desenvolver uma nova lista de patógenos prioritários que podem provocar uma pandemia ou surtos de uma doença e que exigiriam, portanto, monitoramento, anunciou o órgão da ONU nesta segunda-feira (21).

A OMS busca atualizar uma lista utilizada para pesquisa e desenvolvimento (P+D) e os investimentos mundiais, especialmente em vacinas, testes e tratamentos.

Como parte desse processo, iniciado na sexta-feira, a agência de saúde reuniu mais de 300 cientistas para observar mais de 25 famílias de vírus e bactérias.

Também irão analisar a chamada "Doença X", um patógeno desconhecido que poderia causar uma grave epidemia internacional.

“Focar em patógenos prioritários e famílias de vírus para pesquisa e desenvolvimento das contramedidas é essencial para ter uma resposta eficaz e rápida a epidemias e pandemias”, disse Michael Ryan, diretor de emergências da OMS.

"Sem investimentos significativos em P+D antes da pandemia de covid-19, teria sido impossível ter vacinas seguras e eficazes desenvolvidas em tempo recorde", acrescentou.

A lista foi publicada pela primeira vez em 2017. Atualmente, inclui os vírus da covid-19, ebola e marburg; febre de lassa, Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), vírus nipah, zika e a Doença X.

Para cada patógeno identificado como prioritário, os especialistas identificarão as lacunas de conhecimento e as pesquisas necessárias.

A lista revisada deve ser publicada antes de abril de 2023.

rjm/nl/gil/jvb/eg/ap