Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.910,10
    -701,55 (-0,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.661,86
    +195,84 (+0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.792,30
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    37.803,90
    +617,25 (+1,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    863,83
    +21,37 (+2,54%)
     
  • S&P500

    4.431,85
    +105,34 (+2,43%)
     
  • DOW JONES

    34.725,47
    +564,69 (+1,65%)
     
  • FTSE

    7.466,07
    -88,24 (-1,17%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.430,25
    +443,50 (+3,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9813
    -0,0427 (-0,71%)
     

OMS: aumento de casos da ômicron poderia criar variantes mais perigosas

·1 min de leitura
Passageiros são testados em uma estação de trem em Nova Delhi em 29 de dezembro de 2021 (AFP/Sajjad Hussain) (Sajjad Hussain)

O aumento de casos da ômicron em todo o mundo poderia aumentar o risco de novas variantes mais perigosas, alertou a Organização Mundial da Saúde (OMS) na Europa nesta terça-feira (4).

Embora a ômicron esteja se espalhando rapidamente por todo o mundo, parece ser muito menos grave do que se temia e gerou esperanças de que a pandemia de coronavírus pode ser superada.

No entanto, a responsável de emergências da OMS, Catherine Smallwood, disse à AFP que o aumento das taxas de infecção poderia ter o efeito contrário.

"Quanto mais a ômicron se espalha, mais se transmite e mais se replica e mais probabilidades tem de gerar uma nova variante", disse Smallwood.

A Europa registrou mais de cem milhões de casos de covid desde o início da pandemia e mais de cinco milhões de casos novos na última semana de 2021, "quase ofuscando o que vimos no passado", destacou.

"Estamos em uma fase muito perigosa, estamos vendo que as taxas de infecção aumentam de forma muito significativa na Europa ocidental e o impacto total disso ainda não está claro", acrescentou.

Segundo Smallwood, a crise sanitária do Reino Unido, provocada pela falta de profissionais devido à onda de infecções pela ômicron, poderia se repetir em outros países europeus.

vk-po/lc/pc/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos