Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.116,19
    +118,78 (+0,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

OMC prorroga reunião ministerial por um dia

A reunião ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC) será prorrogada por um quinto dia adicional, com expectativa de que na quinta-feira (16) os representantes dos países alcancem um acordo sobre os subsídios à pesca, à segurança alimentar e à luta contra a covid-19.

A reunião de ministros do Comércio em Genebra "vai ser prorrogada para o quinto dia", anunciou nesta quarta-feira a organização, depois que a diretora geral da OMC, Ngozi Okonjo-Iweala, afirmou que os países poderiam ultrapassar os limites em algumas questões "se recebessem um pouco mais de tempo.

O organismo toma decisões por consenso e os 164 países membros precisam alcançar um acordo para qualquer reforma.

Na terça-feira, a Índia rejeitou o projeto de acordo sobre subsídios à pesca, alegando que precisa de um período de transição de 25 anos.

As negociações sobre os subsídios que estimulam a pesca excessiva e ameaçam a sustentabilidade dos peixes estão paralisadas na OMC há mais de duas décadas.

Okonjo-Iweala esperava um avanço no tema durante a primeira conferência ministerial da OMC em quase cinco anos.

A ex-ministra das Finanças e das Relações Exteriores da Nigéria, que assumiu a direção da OMC em março de 2021, conta com sua liderança para estabelecer acordos e dar um novo fôlego à organização para mostrar que tem um papel relevante diante de grandes desafios globais.

"Isto exige trabalhar mais duro e ficar durante a noite, fazer o que for preciso para conseguir. A boa notícia é que... conseguimos avanços, mas vamos precisar de um pouco mais de trabalho e tempo", disse Okonjo-Iweala.

rjm/nl/an/zm/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos