Mercado fechará em 6 h 59 min

Olympique de Marselha diz que zagueiro acusado por Neymar 'não é racista'

O Globo
·1 minuto de leitura

Se o PSG emitiu nota para apoiar Neymar, o Olympique de Marselha fez o mesmo em relação ao zagueiro Álvaro González, acusado pelo craque brasileiro de racismo durante o clássico deste domingo, pelo Campeonato Francês.

De acordo com Neymar, o espanhol o chamou de "macaco filho da p...". Assim como o próprio Álvaro, que após a partida postou foto com os companheiros de time que são negros, o Olympique foi direto: "Álvaro González não é racista".

A nota do clube

Olympique de Marselha felicita o clube pela vitória obtida contra o Paris Saint-Germain. Essa vitória, conquistada de maneira justa, foi jogada em campo, com o compromisso dos nossos jogadores, que foram capazes de aplicar perfeitamente a estratégia previamente definida.

Álvaro González não é racista, ele nos demonstrou isso com seu comportamento diário desde que chegou ao clube, como seus colegas já testemunharam. O clube permanece à disposição do Comitê Disciplinar para cooperar inteiramente com a investigação de todos os eventos que marcaram o encontro, e as 24 horas que precederam também.

Essa polêmica é séria e já tem sérias consequências. O clube condena veementemente a disseminação do número privado do telefone de Álvaro González e seus parentes na noite passada em redes sociais brasileiras, gerando assédio constante e até ameaças de morte.

O Olympique de Marselha é o próprio símbolo antirracista no esporte profissional francês, dada a sua história e que acidade de Marselha, a diversidade das suas arquibancadas e a luta incansável que sempre empreendeu para erradicar este flagelo. Seus jogadores demonstram isso em seu compromisso diário dentro e fora do campo.