Mercado fechará em 2 h 2 min
  • BOVESPA

    108.094,41
    -3.344,96 (-3,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.649,01
    -658,70 (-1,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,60
    -1,37 (-1,90%)
     
  • OURO

    1.764,30
    +12,90 (+0,74%)
     
  • BTC-USD

    44.091,50
    -3.359,08 (-7,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.102,99
    -31,39 (-2,77%)
     
  • S&P500

    4.336,40
    -96,59 (-2,18%)
     
  • DOW JONES

    33.823,52
    -761,36 (-2,20%)
     
  • FTSE

    6.903,91
    -59,73 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    14.936,00
    -390,00 (-2,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2647
    +0,0653 (+1,05%)
     

Olimpíadas: Chibana brilha com Ippon em 14 segundos, mas cai para líder do ranking; Takabatake também se despede

·2 minuto de leitura

A vitória de Gabriel Chibana por 14 segundos, na verdade, não é surpreendente. Harriet Bonface, que ocupa apenas a 108ª posição no Ranking Mundial e foi a 27ª cassificação de 28 na categoria -48kg. Na IJF, foi derrotada em 12 das 14 lutas em torneios da IJF que realizou. Ou seja, não foi surpreendente.

Porém, estrear na Olimpíada com um Ippon é positivo para dar confiança para Chibana, algo que ela realmente precisava. A Gabriela Chibana chega aos Jogos Olímpicos com expectativas baixas. Ela teve algumas dificuldades no ciclo olímpico, sofreu com lesões, teve uma disputa intensa com Natalia Brigida pela vaga, e acabou sendo a ultima qualificada de forma direta pelo Ranking Olimpico.

O grande problema para ela, no caso, é a segunda luta, quando ela vai pegar a atleta do Kosovo, a Distria Krasniqi, líder do Ranking Mundial, tricampeã europeia, tricampeã do Masters, ex-campeã mundial e que vem em boa sequencia.

Logo na primeira ação, Chibana foi punida por pisar fora da área de luta. A brasileira não se intimidou e tentou uma entrada em seguida, sem sucesso. Krasniqi também a ameaçou com a passada de perna, mas Gabriela defendeu. Com cerca de 1m40s restando, todavia, a brasileira não conseguiu parar a entrada de Krasniqi, que fez um ippon com um osoto-gari.

- Ainda não dá pra falar muito, só quero agradecer a todo mundo pela torcida. Desculpa, queria ter ido melhor, não sei o que falar (chorando). Eu fui uma luta de cada vez, estava focada na segunda luta, mas não sei. Fiz tudo que podia ter feito, treinei para isso... - disse Chibana, muito emocionada, ao deixar o tatame.

Eric Tabatake

Na categoria até 60kg masculino, Eric Takabatake estreou contra Soukphaxay Sithisane, de Laos. Sua luta foi difícil, com muita disputa por pegada. Com 1m55s restando, Sithisane recebeu sua primeira punição, e Takabatake aproveitou que o adversário se abriu para conseguir um wazari. Pouco depois, o adversário tentou uma entrada, e o brasileiro somou outro wazari com um contragolpe, chegando assim ao ippon.

Ele enfrenta o sul-coreano Kim Won-Jin, duas vezes medalhista de bronze no mundial, nas oitavas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos