Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.123,85
    -3.459,16 (-3,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.925,52
    -673,01 (-1,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,52
    -0,77 (-1,02%)
     
  • OURO

    1.734,50
    -3,00 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    41.617,11
    -1.605,61 (-3,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.033,22
    -23,93 (-2,26%)
     
  • S&P500

    4.352,63
    -90,48 (-2,04%)
     
  • DOW JONES

    34.299,99
    -569,38 (-1,63%)
     
  • FTSE

    7.028,10
    -35,30 (-0,50%)
     
  • HANG SENG

    24.500,39
    +291,61 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.183,96
    -56,10 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.777,75
    +13,00 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3426
    +0,0358 (+0,57%)
     

Olimpíada: Cargnin é bronze no judô, e Brasil conquista segunda medalha em Tóquio

·1 minuto de leitura

A segunda medalha do Brasil em Tóquio saiu no judô, na manhã deste domingo O gaúcho Daniel Cargnin derrotou o israelense Baruch Shmailov e vai subir no pódio da categoria masculina até 66kg. Ele garantiu a vitória com um waza-ari no tempo regular, na icônica arena Budokan. Essa é a terceira medalha olímpica brasileira no peso meio-médio.

Cargnin levou ippon do japonês bicampeão mundial Hifum Abe, e ficou fora da final. Mas na disputa pelo bronze garantiu o pódio contra o adversário que enfrentou outras três vezes, e só venceu o último confronto antes dos Jogos Olímpicos.

Após a luta tensa, com para os dois lados e sangramento do brasileiro, Cargnin chorou com a treinadora Rosicléia Campos.

Com o resultado, o judô brasileiro mantém a tradição de subir no pódio olímpico desde 1984. A modalidade é a que trouxe mais medalhas para o país na história: a de Cargnin é a 23ª.

O judoca de 23 anos foi vice-campeão dos Jogos Pan-Americanos de Lima (2019), e faz sua estreia em Olimpíadas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos