Mercado fechará em 3 h 23 min
  • BOVESPA

    129.679,89
    -528,07 (-0,41%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.940,08
    -89,46 (-0,18%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,76
    +0,88 (+1,24%)
     
  • OURO

    1.855,70
    -10,20 (-0,55%)
     
  • BTC-USD

    40.176,25
    -76,17 (-0,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.001,29
    -9,32 (-0,92%)
     
  • S&P500

    4.246,68
    -8,47 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    34.268,93
    -124,82 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.066,00
    -58,75 (-0,42%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1664
    +0,0349 (+0,57%)
     

De olho no esporte, Facebook pretende lançar pay-per-view para transmitir jogos

·2 minuto de leitura
De olho no esporte, Facebook pretende lançar pay-per-view para transmitir jogos
De olho no esporte, Facebook pretende lançar pay-per-view para transmitir jogos

De acordo com os executivos do Facebook em uma entrevista à CNBC, publicada na última quarta-feira (18), a rede social planeja expandir seu produto de eventos on-line pagos oferecendo uma opção de pay-per-view para ligas esportivas transmitirem jogos na plataforma.

De acordo com o site CNET, o objetivo é que a ferramenta seja usada por equipes esportivas do “high school” americano e ligas menores para vender ingressos virtuais ajudando a manter os lucros da empresa. A gigante mira esse mercado menor porque as principais ligas esportivas, como a National Football League (NFL) e a National Basketball Association (NBA), são restritas por direitos de transmissão de mídia.

Além disso, a empresa também enxerga potencial para monetizar eventos fora dos jogos, como treinos de equipe ou vídeos de bastidores.

“Acho que o pay-per-view não está de forma alguma à beira da extinção”, disse Rob Shaw, diretor de mídia esportiva e parcerias da liga do Facebook, à CNBC. “Acho que é algo que ajuda a dar uma nova vida. As pessoas estão dispostas a pagar para experimentar um momento”, afirmou o empresário.

Facebook planeja transmitir jogos na rede social. Imagem: Shutterstock
Facebook planeja transmitir jogos na rede social. Imagem: Shutterstock

Leia mais:

O Facebook, assim como o Instagram – que faz paste do grupo -, está ampliando ferramentas de criação de conteúdo que gerem dinheiro para os usuários. No ano passado, a empresa lançou seu produto de eventos on-line pagos e, aproveitando a atual situação de pandemia que exige distanciamento social, convidou algumas pessoas que administram páginas do Facebook a usar ferramentas projetadas para criar, promover, hospedar e monetizar eventos virtuais ao vivo.

Desde o lançamento, os anfitriões do evento receberam 100% da receita da venda de ingressos por meio do Facebook Pay.

Facebook aposta no e-commerce

Na próxima sexta-feira (22), o Facebook iniciará a mais nova aposta para o e-commerce na plataforma: o evento “Live Shopping Fridays”. O projeto on-line visa despertar o desejo de compra dos usuários através de vídeos ao vivo semanais sobre beleza, cuidados com a pele e moda, patrocinados por grandes marcas, como, por exemplo, Abercrombie e Fitch, Bobbi Brown, Clinique, Sephora, Dermalogica, Alleyoop e Zox.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!