Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    36.018,37
    +337,63 (+0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

De olho no acesso para a primeira divisão, Chamusca ainda busca o meio-campo ideal do Botafogo

·4 minuto de leitura


O ano de 2021 é de superações para o Botafogo. Nesta temporada, o clube de General Severiano busca se reestruturar e conseguir o acesso para a Série A de 2022. Sem a pré-temporada, o Campeonato Carioca funcionou como uma espécie de laboratório para o técnico Marcelo Chamusca encontrar a melhor versão possível do Alvinegro. No entanto, pouco mais de dois meses depois do começo do trabalho do novo comandante, uma questão ainda persiste: a busca pelo meio de campo ideal.

> ATUAÇÕES: Pedro Castro marca e garante Botafogo na final da Taça Rio 2021

Até aqui, nesta temporada, o Botafogo disputou 15 jogos. Deste espaço amostral, Chamusca só conseguiu repetir em apenas três vezes o mesmo meio de campo em jogos consecutivos. Aconteceu nas seguintes partidas:

- VASCO 1 X 1 BOTAFOGO e BOTAFOGO 0 X 2 FLAMENGO (José Welison, Rickson e Matheus Frizzo)

- NOVA IGUAÇU 1 X 2 BOTAFOGO e BOTAFOGO 1 X 1 MADUREIRA (Kayque, Matheus Frizzo e Felipe Ferreira)

- VOLTA REDONDA 2 X 2 BOTAFOGO e ABC 1 (4) x 1 (1) BOTAFOGO (Luiz Otávio, Ricardinho e Matheus Frizzo)

Ao se observar todas as escalações do Botafogo na temporada, todavia, nota-se um padrão. A equipe entra em campo escalada no esquema 4-3-3, isto é, um esquema com três jogadores posicionados no meio do campo. A única exceção aconteceu na partida contra o Madureira, quando o Glorioso entrou em campo no esquema 4-4-2, ou seja, com quatro jogadores de meio.

> Veja a tabela da Taça Rio

No total, 11 jogadores já foram escaldas no time titular no meio-campo. São eles: Luiz Otávio, Rickson, Bruno Nazário, Pedro Castro, Marcinho, José Welison, Matheus Frizzo, Kayque, Felipe Ferreira, Ricardinho e Romildo.

Deste espaço amostral, José Welison e Bruno Nazário já não fazem mais parte do elenco. Por outro lado, Matheus Frizzo e Pedro Castro estão praticamente consolidados na posição, enquanto os demais ainda buscam a terceira vaga.

No caso de Felipe Ferreira e Marcinho, eles ainda são escalados como atacantes que atuam pelas pontas em alguns jogos. Luiz Otávio e Rickson são jogadores com características mais defensivas, mas estão com os respectivos contratos perto do fim e ainda não se sabe se irão ser renovados.

Romildo se recuperou a pouco de uma lesão que sofreu na última temporada e também da Covid-19. Já Kayque seguiu o caminho oposto, terminou bem o Brasileirão 2020, mas, hoje, ainda se recupera de uma lesão no adutor da coxa direita. Ricardinho, por sua vez, é um jogador de muita experiência e foi ídolo no Ceará, mas ainda busca se adaptar e pegar o ritmo de jogo no Botafogo.

ABAIXO, CONFIRA TODAS AS ESCALAÇÕES DO BOTAFOGO NA TEMPORADA

BOTAFOGO 0 X 0 BOAVISTA (4-3-3)


Diego Loureiro; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu e Hugo; Luiz Otávio, Rickson e Bruno Nazário; Warley, Ênio e Matheus Babi.

BOTAFOGO 3 X 0 RESENDE (4-3-3)

Douglas Borges, Jonathan, Marcelo Benevenuto, Kanu e Hugo; Luiz Otávio, Pedro Castro e Bruno Nazário; Warley, Ronald e Matheus Babi.

MOTO CLUB 0 X 5 BOTAFOGO (4-3-3)

Douglas Borges; Jonathan, Marcelo Benevenuto, Kanu e Sousa; Luiz Otávio, Pedro Castro e Marcinho; Warley, Ronald e Matheus Babi.

BANGU 0 X 0 BOTAFOGO (4-3-3)

Douglas Borges; Jonathan, Marcelo Benevenuto, Kanu e Sousa; José Welison, Pedro Castro e Marcinho; Warley, Ênio e Matheus Babi.

VASCO 1 X 1 BOTAFOGO (4-3-3)

Douglas Borges; Jonathan, Marcelo Benevenuto, Kanu e Paulo Victor; José Welison, Rickson e Matheus Frizzo; Warley, Marcinho e Matheus Babi.

BOTAFOGO 0 X 2 FLAMENGO (4-3-3)*

Douglas Borges; Jonathan, Marcelo Benevenuto, Kanu e Paulo Victor; José Welison, Rickson e Matheus Frizzo; Warley, Marcinho e Matheus Babi.

NOVA IGUAÇU 1 X 2 BOTAFOGO (4-3-3)

Douglas Borges; Jonathan, Marcelo Benevenuto, Gilvan e Paulo Victor; Kayque, Matheus Frizzo e Felipe Ferreira; Warley, Marcinho e Matheus Babi.

BOTAFOGO 1 X 1 MADUREIRA (4-3-3)*

Douglas Borges; Jonathan, Kanu, Gilvan e Paulo Victor; Kayque, Matheus Frizzo e Felipe Ferreira; Marco Antônio, Marcinho e Matheus Babi.

BOTAFOGO 1 X 1 PORTUGUESA (4-4-2)

Douglas Borges; Jonathan, Gilvan, Kanu e Paulo Victor; Matheus Frizzo, Ricardinho, Marcinho e Felipe Ferreira; Rafael Navarro e Matheus Babi.

VOLTA REDONDA 2 X 2 BOTAFOGO (4-3-3)

Douglas Borges; Jonathan, Kanu, Gilvan e Rafael Carioca; Luiz Otávio, Ricardinho e Matheus Frizzo; Felipe Ferreira, Marco Antônio e Rafael Navarro.

ABC 1 (4) x 1 (1) BOTAFOGO (4-3-3)*

Douglas Borges; Jonathan, Kanu, Gilvan e Rafael Carioca; Luiz Otávio, Ricardinho e Matheus Frizzo; Felipe Ferreira, Marco Antônio e Matheus Nascimento.

FLUMINENSE 1 X 0 BOTAFOGO (4-3-3)

Douglas Borges; Jonathan, Kanu, Gilvan e Paulo Victor; Kayque, Rickson e Ricardinho; Ronald, Marco Antônio e Matheus Nascimento.

BOTAFOGO 4 X 0 MACAÉ (4-3-3)

Douglas Borges; Jonathan, Kanu, Sousa e Paulo Victor; Pedro Castro, Rickson e Ricardinho; Felipe Ferreira, Marco Antônio e Matheus Nascimento.

BOTAFOGO 0 X 0 NOVA IGUAÇU (4-3-3)

Douglas Borges; Jonathan, Kanu, Sousa e Paulo Victor; Rickson, Pedro Castro e Matheus Frizzo; Felipe Ferreira, Marco Antônio e Matheus Nascimento.

NOVA IGUAÇU 0 X 1 BOTAFOGO (4-3-3)

Douglas Borges; Warley, Kanu, Sousa e Paulo Victor; Matheus Frizzo, Romildo e Pedro Castro; Ronald, Marco Antônio e Matheus Nascimento.

*O asterisco representa a repetição do mesmo meio-campo de forma consecutiva.