Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,50 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.683,55
    -126,66 (-0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    51,98
    -1,15 (-2,16%)
     
  • OURO

    1.855,50
    -10,40 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    32.028,57
    -630,12 (-1,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    651,44
    +41,45 (+6,79%)
     
  • S&P500

    3.841,47
    -11,60 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    30.996,98
    -179,03 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.695,07
    -20,35 (-0,30%)
     
  • HANG SENG

    29.447,85
    -479,91 (-1,60%)
     
  • NIKKEI

    28.631,45
    -125,41 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    13.355,25
    -40,25 (-0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6542
    +0,1458 (+2,24%)
     

Olavo de Carvalho é banido da plataforma PagSeguro

·1 minuto de leitura
Olavo de Carvalho, guru ideológico da família Bolsonaro
Olavo de Carvalho, guru ideológico da família Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Olavo de Carvalho foi banido da plataforma de pagamentos online PagSeguro. Na segunda-feira, no site no qual oferece cursos, aparecia uma mensagem alertando que não haveria mais renovação pelo meio de pagamento.

“Todas as assinaturas vinculadas ao PagSeguro foram canceladas e não haverá mais renovação automática para quem utilizava este meio de pagamento”, alertava o site de Olavo.

O professor já tinha perdido a conta no PayPal em agosto. A empresa alegava que Olavo de Carvalho desrespeitava as políticas da empresa, ao propagar discurso de ódio.

Leia também

O movimento Sleeping Giants, que trabalha contra o financiamento do discurso de ódio e contra a desinformação, criou em junho um abaixo assinado para que o PagSeguro bloqueasse a conta de Olavo de Carvalho. O grupo conseguiu mais de 560 mil assinaturas na campanha #BloqueiaPagSeguro e, a cada nova assinatura, era enviado um e-mail para acionistas da plataforma de pagamento.

Na segunda-feira, o Sleeping Giants comemorou a suspensão da conta de Olavo de Carvalho. “Após meses e a pressão de mais de 560 mil brasileiros na campanha #BloqueiaPagSeguro, a empresa finalmente aplicou os Termos de Uso e não prestará mais serviços ao curso de ódio e desinformação do guru! Essa é uma conquista de todos que lutam por uma internet mais saudável!”