Mercado fechará em 4 mins

Olavista é nomeado secretário de Comunicação Institucional do governo Bolsonaro

Camila Mattoso, da Folhapress
·1 minuto de leitura

Ele ficará subordinado ao ministro Fábio Faria e ao secretário-executivo Fabio Wajngarten Ex-assessor da Casa Civil e do gabinete do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), Felipe Cruz Pedri foi nomeado nesta sexta-feira secretário de Comunicação Institucional do governo Jair Bolsonaro. Conhecido como seguidor fiel do extremista Olavo de Carvalho, Pedri foi um dos autores do manifesto de fundação do Aliança pelo Brasil, partido que Bolsonaro tenta criar. A peça, publicada em novembro de 2019, é marcada pelo combate ao que chamam de "globalismo", pela crítica à intervenção do Estado na economia e pelo repúdio ao aborto em quaisquer circunstâncias. Em sua postagem mais recente nas redes sociais, Pedri mostrou que, em relação ao tema das queimadas na Amazônia, deverá adotar a estratégia do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, de negar o problema. "Temos que salvar a Amazônia sim, da desinformação", escreveu. Pedri fez parte do governo Bolsonaro desde o começo de 2019 até abril de 2020, quando foi exonerado da Casa Civil pelo ministro Braga Netto. Agora, ele ficará subordinado ao ministro Fábio Faria, das Comunicações, e a Fabio Wajngarten, secretário-executivo da pasta.