Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.306,72
    +258,35 (+1,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Oi conclui venda de participação da InfraCo ao BTG; ajuste eleva fatia alienada a 65,3%

SÃO PAULO (Reuters) - A Oi anunciou na quinta-feira à noite o fechamento da operação de venda de participação majoritária em sua empresa de fibra ótica ao grupo BTG Pactual, o que inclui a provedora GlobeNet, por cerca de 12,9 bilhões de reais, segundo fato relevante ao mercado.

Os termos da operação receberam ajustes frente aos detalhes anunciados anteriormente, de modo que a participação do grupo BTG na companhia deve chegar a 65,27%, de 57,9% divulgados ao mercado inicialmente.

"As partes concordaram em ajustar o contrato de provimento de capacidade FTTH (tecnologia de conexão de rede por meio de fibra ótica) para refletir condições comerciais mais favoráveis à Oi no preço mensal por HC (casas conectadas) e no índice de reajuste aplicável, tornando, em contrapartida, os serviços mais competitivos", disse a Oi.

A Oi já havia anunciado a possibilidade de ajustes à transação. Em comunicado de outubro do ano passado, a Oi disse que as mudanças poderiam ocorrer "com base em determinadas métricas de desempenho da SPE InfraCo, financeiras e operacionais, conforme seu plano de negócios" a serem acordadas entre o grupo de telecomunicação e o BTG.

A Oi disse na quinta-feira que ocorreram "extensas negociações entre as partes sobre os termos e condições finais da operação" e que, como resultado dessas conversas, foi acordada a implementação de ajuste de participações, um em até 30 dias e outro em 2023, em função da aplicação e apuração das condições mais favoráveis para a Oi negociadas no contrato FTTH.

Esses ajustes totalizaram fatia adicional de 7,38% de participação na InfraCo ao BTG.

A venda de fatia na unidade de fibra ótica faz parte do plano de recuperação judicial da Oi.

Para a equipe da Genial Investimentos, o fechamento da operação "abre espaço para que a Oi consiga sanar parte de suas dívidas". "Com as últimas notícias e este closing (fechamento), é uma questão de tempo para a grande e esperada saída da recuperação judicial", afirmou em nota a clientes.

(Por Andre Romani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos