Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.541,95
    -1.079,62 (-1,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.524,45
    -537,16 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    106,11
    +0,35 (+0,33%)
     
  • OURO

    1.805,80
    -1,50 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    18.995,28
    -1.091,71 (-5,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,82
    -26,65 (-6,18%)
     
  • S&P500

    3.785,38
    -33,45 (-0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.775,43
    -253,88 (-0,82%)
     
  • FTSE

    7.169,28
    -143,04 (-1,96%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.502,50
    -27,00 (-0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5035
    -0,0021 (-0,04%)
     

Oi acumulou R$ 20 bilhões em multas desde 1998

Empresa de telefonia fechou um acordo para pagar as dívidas (Getty Image)
Empresa de telefonia fechou um acordo para pagar as dívidas (Getty Image)
  • A Oi começou a acumular débitos em 1998

  • Implantações de orelhões representavam 84% das dívidas

  • Ações da empresa fecharam o pregão de quarta-feira em queda de 10,9%

Não é de hoje que a Oi sofre com as dívidas. Estando em recuperação judicial desde 2016, a Oi chegou a um acordo definitivo nesta semana para pagamento das multas aplicadas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Os valores são decorrentes de infrações desde a privatização dos serviços de telefonia, em 1998.

No cálculo final, a empresa ficou com uma conta de R$ 20,2 bilhões, A dívida apavorou os investidores e derrubou as ações da companhia na bolsa. Em nível de comparação, o valor só é menor do que os R$ 37,7 bilhões que a Vale terá de pagar para reparação dos danos causados pelo rompimento da barragem de Brumadinho.

Para chegar nesse nível de dívida, a corporação acumulou um conjunto de 10.763 infrações contabilizadas pela Anatel em pouco mais de duas décadas. O cálculo empata com o total de multas que todas as concorrentes receberam.

Durante a privatização do serviço, as operadoras passaram a ter a obrigação de ligar telefones e instalar orelhões em áreas que ainda não tinham acesso, principalmente em áreas mais afastadas. Na soma de infrações, essa é a que representa 84% do total, uma vez que a Oi descumpriu inúmeras metas de implementação.

Já os outros 16% das sanções são decorrentes de problemas de qualidade dos serviços prestados, como telefonia móvel, internet e TV por assinatura e reclamações dos consumidores sobre cobrança indevida e não recebimento de fatura.

No momento em que a empresa entrou com pedido de recuperação judicial, em 2016, as dívidas totais da empresa eram de R$ 65 bilhões. Na ocasião, a Anatel já era a maior credora, com uma soma de R$ 14,3 bilhões em multas a receber.

Nesta semana, a empresa de telefonia fechou um um acordo definitivo para pagar a fatura total. O Broadcast afirma que esses processos já estavam maduros a ponto de não caberem mais recursos.

Com a decisão, os investidores desaprovaram a medida, uma vez que não esperavam que essas infrações fossem convertidas em dívida. Depois do anúncio, ações da Oi fecharam o pregão de quarta-feira, 1, em queda de 10,9%, cotadas a R$ 0,65.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos