Odebrecht construirá hotel e zona comercial no aeroporto de Miami

Miami (EUA), 13 fev (EFE).- As autoridades de Miami, na Flórida, anunciaram nesta quarta-feira a intenção de desenvolver a área do aeroporto internacional da cidade com a construção de um hotel quatro estrelas, uma zona comercial, restaurantes, estacionamentos e espaço para escritórios, que correrá a cargo da brasileira Odebrecht.

O custo do projeto está calculado em US$ 512 milhões e, segundo a construtora, gerará 5.800 postos de trabalho e US$ 827 milhões em receita para a economia local.

Depois de completado o projeto, sempre segundo os cálculos da companhia, serão 10 mil postos de trabalho permanentes, de forma direta e indireta, e receita de US$ 1,63 bilhão por ano.

"O que realmente impulsiona nossa paixão por esse projeto único é a oportunidade de criar um impacto significativo em nossa comunidade através de milhares de empregos", disse Gilberto Neves, presidente e diretor-executivo da Odebrecht nos EUA, em comunicado.

O projeto, batizado de "Airport City at MIA", ainda tem de ser apresentado ao Comitê de Transporte e Aviação, o que acontecerá em março, e depois ao Conselho de Membros da Comissão do Condado para sua aprovação final.

"A Odebrecht é responsável por todo o financiamento do projeto, a construção e as despesas operacionais, e o Departamento de Aviação do Condado compartilhará os lucros do projeto", explicou a companhia. EFE

Carregando...