Mercado fechado

Ode à diva: 5 músicas para conhecer o lado roqueiro de Vanusa

Rafael Monteiro
·2 minuto de leitura
Vanusa roqueira: você precisa conhecer os primeiros discos da cantora (reprodução)
Vanusa roqueira: você precisa conhecer os primeiros discos da cantora (reprodução)

Vanusa faleceu neste domingo (8), aos 73 anos. Lembrada por hits indiscutíveis como “Paralelas” e “Manhãs de Setembro”, a cantora também deixa um legado bastante importante e pouco reconhecido para o rock nacional.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Em seus primeiros discos, principalmente o quarto deles, lançado em 1973, a cantora mostrou como a sua voz potente se encaixava perfeitamente com riffs mais pesados de guitarra e com a psicodelia de músicos mais inventivos.

Leia também

Em memória a uma das maiores vozes brasileiras das últimas décadas, relembramos e enaltecemos cinco músicas que todo mundo precisa conhecer de uma artista que reivindicou o status de diva com um talento e carisma inesquecíveis.

What To Do

Presente no clássico álbum 4 de Vanusa, a faixa conta com um riff extremamente parecido com o ouvido em "Sabbath Bloody Sabbath", música lançada meses depois pelo Black Sabbath em um disco homônimo e lendário. A semelhança alimentou a lenda que a faixa da banda de heavy metal britânica é um plágio - algo que a própria cantora rechaçou em entrevista em 2016: ”Eu ouvi a música pela primeira vez há uns dois anos, e eu fiquei convencida de que eles não me copiaram nem meus compositores os copiaram. É uma coincidência musical”, disse ela.

Mundo Colorido

Em uma década fortemente influenciada pelos Mutantes, Vanusa produzia um hit como “Mundo Colorido” em seu álbum de estreia, registrado em 1968. A faixa pode ser definida como meio Jovem Guarda, meio Tropicália. A música dialoga bastante com a fase psicodélica de Ronnie Von, outro artista mal compreendido na época.

Atômico Platônico

Um ano depois, em 1969, Vanusa seguiu apostando em músicas pouco comerciais, como a psicodélica "Atômico Platônico". Uma faixa bem diferente do hits românticos da cantora que tanto tocaram nas rádios na década de 1980.

Talvez

No terceiro álbum da carreira... mais rock. Em “Talvez”, Vanusa mostra todo o seu alcance vocal na ótima companhia de uma banda de metais. Lembrou Janis Joplin? Pois essa era a influência.

Súplica Cearense

Em 1974, Vanusa lançou mais um disco clássico sem título, com um hit estrondoso ("Paralelas", de Belchior). Dentro deste trabalho, há muitas músicas belíssimas e com arranjos bem ousados, como a ótima “Súplica Cearense”, composta por Gordurinha e regravada por inúmeros artistas, de Luiz Gonzaga a’O Rappa.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube