Mercado fechará em 6 h 17 min
  • BOVESPA

    109.068,55
    -1.120,02 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.725,96
    -294,69 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,78
    +1,77 (+2,46%)
     
  • OURO

    1.797,60
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    16.849,01
    +50,74 (+0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    396,11
    -5,93 (-1,47%)
     
  • S&P500

    3.933,92
    -7,34 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    33.597,92
    +1,58 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.484,83
    -4,36 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.536,00
    +26,50 (+0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5065
    +0,0401 (+0,73%)
     

Passageiros desobedientes: Ocorrências a bordo de aviões triplicam em 2021

Casos de confusão com passageiros desobedientes em aviões de empresas aéreas do Brasil triplicaram em 2021. Foto: Getty Images.
Casos de confusão com passageiros desobedientes em aviões de empresas aéreas do Brasil triplicaram em 2021. Foto: Getty Images.

Resumo da notícia:

  • Em 2021, o número de ocorrências com passageiros indisciplinados a bordo de aviões de companhias brasileiras triplicou em relação a 2020;

  • Antes da pandemia, em 2019, foram registradas 304 situações de confusão com passageiros;

  • Em 2020, uma grande parte dos problemas aconteceu por desrespeito às normas sanitárias de combate à pandemia de covid-19.

O ano de 2021 registrou 612 ocorrências com passageiros indisciplinados a bordo de aviões de companhias da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), representando um número quase três vezes maior que o de 2020, quando 222 casos foram registrados.

Antes da pandemia, em 2019, foram registradas 304 situações de confusão geradas por passageiros. A associação abarca a Gol, Latam, Abaeté, Rima (Rio Madeira Aviação) e Voepass (antiga Passaredo).

Leia também:

Em 2020, uma grande parte dos problemas aconteceu por desrespeito às normas sanitárias de combate à pandemia de covid-19, como a utilização de máscaras e o distanciamento social.

Ao todo, existem três categorias de ocorrências com passageiros indisciplinados em situações que podem acontecer no embarque, a bordo ou em voo.

A primeira, que engloba 28% dos casos, são os chamados transtornos menores, como problemas de embarque ou a bordo que podem ser solucionadas pelas equipes sem intervenção policial.

A segunda categoria, que compõem 59% das ocorrências, derivam de situações referentes à segurança, nas quais o passageiro desobedece as instruções da tripulação. Certos casos podem exigir auxílio do supervisor ou da segurança do aeroporto.

Na terceira ocasião, que são 13% dos casos, a segurança é afetada pelo comportamento violento do passageiro, que agride outras pessoas no voo.

Em 2021, a Latam sozinha registrou 264 ocorrências com passageiros indisciplinados. A maior parte das situações, 68%, aconteceu em solo, enquanto o restante, 32%, ocorreram em voos.

*As informações são do portal UOL.