Obra no aeroporto de Curitiba pode começar em fevereiro

A ampliação do Aeroporto Afonso Pena, de Curitiba, deverá estar pronta até o fim deste ano, aumentando a capacidade de atendimento do terminal de 7,8 milhões para 10,4 milhões de passageiros por ano para o período da Copa do Mundo de 2014. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informa que o consórcio formado pelas empresas Sial, Jotaele e PJJ venceu a licitação para o projeto, com proposta de R$ 246,7 milhões.

A operação relativa ao aeroporto da capital paranaense será feita por meio do Regime Diferenciado de Contratação (RDC). Neste momento, a Infraero confere a documentação do consórcio, como certidões de regularidade nas áreas trabalhista e previdenciária. Uma vez aprovada a documentação e, se não houver questionamentos de concorrentes, na próxima semana poderá ser efetivada a homologação, informou à Agência Estado o superintendente de Licitações e Compras da Infraero, José Antonio Pessoa Neto.

Será necessário também vencer a etapa de apresentação das garantias. Mas, se tudo der certo, as obras poderão começar na segunda metade de fevereiro. O valor máximo estabelecido para a obra não é revelado pela Infraero, pelo menos até a concretização do contrato. "Mas ficou abaixo do orçado", garantiu o executivo.

Pessoa Neto explica que outros projetos foram contratados pela Infraero por meio do RDC, mas não como está ocorrendo agora com o terminal paranaense. A ampliação do aeroporto de Curitiba, explica, é a primeira experiência de contratação integrada, ou seja, o mesmo consórcio será responsável tanto pelos projetos de engenharia quanto pela execução dos trabalhos, o que inclui a reforma e a ampliação do terminal de passageiros do aeroporto.

Na ampliação, a área do aeroporto saltará de 45 mil metros quadrados para 64,8 mil metros quadrados. O terminal fica localizado no município de São José dos Pinhais, vizinho a Curitiba. A conclusão de obras de ampliação até o fim deste ano é apenas a primeira etapa. Depois disso, o projeto prossegue, com a reforma do terminal. Outra frente de ação, que aumentará o pátio de aeronaves de 84 mil metros quadrados para 143 mil metros quadrados, está sendo executada, e deverá estar concluída ainda neste primeiro semestre.

Carregando...