Obama promete vigilância sobre indústria financeira

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu neste sábado manter vigilância sobre a indústria financeira do país para evitar o que ele chamou de "comportamento irresponsável", ao mesmo tempo em que defendeu suas recentes nomeações para importantes agências reguladoras do setor financeiro.

Os comentários vieram depois de Obama nomear Mary Jo White para o comando da Securities and Exchange Commission (SEC, a comissão de valores mobiliários dos EUA) e Richard Cordray para continuar como diretor do escritório para proteção financeira do consumidor, conhecido como CFPB.

Criado em 2010 pela lei de regulamentação financeira de Obama, o CFPB tem a atribuição de proteger consumidores de práticas bancárias predatórias e condições ocultas na concessão de crédito, além de fiscalizar agências de dívida e crédito.

"Aqui nos EUA, sabemos que o livre mercado é a maior força por trás do progresso econômico que o mundo já conheceu", comentou Obama em seu programa semanal de rádio e internet. "Mas também sabemos que o livre mercado funciona melhor para todos quando temos regras inteligentes e sensatas para prevenir comportamentos irresponsáveis."

Obama disse estar confiante de que os indicados à SEC e CFPB estão aptos para a tarefa que estão assumindo.

Mary Jo cuidou de casos de fraude de grande repercussão em Nova York e é responsável pela queda do chefe da máfia John Gotti, que liderava a organização criminosa da família Gambino. Cordray combateu crimes financeiros como procurador geral do Estado de Ohio.

Também no programa de hoje, Obama disse estar determinado a criar mais empregos, promover melhorias na educação e programas de qualificação profissional, reformar o sistema de imigração e combater a violência com armas durante seu segundo mandato, do qual tomou posse há uma semana. As informações são da Dow Jones.

Carregando...