Mercado fechará em 2 h 54 min

O que você precisa saber para começar a terça-feira

Foto: REUTERS/Adriano Machado

Semana começou quente com Bolsonaro criticando o patrono da educação brasileira e vendo denúncias sobre seu governo ganharem respaldo da ONU. Além disso, Sergio Cabral fechou delação premiada com a Polícia Federal e risco-país atinge menor nível em nove anos.

Confira o que você precisa saber para começar a terça-feira (17):

Jair Bolsonaro critica Paulo Freire

Jair Bolsonaro chamou o educador Paulo Freire, patrono da educação brasileira, de “energúmeno”. O presidente ainda afirmou que a programação da TV Escola, que não teve seu contrato renovado pelo Ministério da Educação (MEC), “deseduca”. Conheça a programação da emissora criticada por Bolsonaro.

Governo é denunciado pela ONU

Pela primeira vez, um comitê da ONU constatou formalmente que as políticas do governo Bolsonaro violam tratados internacionais. A constatação foi feita após análise de denúncias sobre o Decreto 9.831, assinado no dia 10 de junho, que entre outros efeitos exonerou os peritos do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura – e determinou que os novos contratados não seriam remunerados.

Cabral fecha acordo de delação premiada

O ex-governador Sérgio Cabral fechou um acordo de delação premiada com a Polícia Federal. O procurador-geral da República, Augusto Aras, se manifestou contra a homologação do contrato, que será analisado pelo ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal). A delação de Cabral, cuja negociação começou no início deste ano, inclui ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça), outros magistrados e políticos.

Disputa acirrada para Prefeitura do RJ

Uma pesquisa do Datafolha revelou um ‘duelo’ entre Eduardo Paes (DEM) e Marcelo Freixo (PSOL) na corrida eleitoral para a Prefeitura do Rio de Janeiro em 2020. O atual prefeito, Marcelo Crivella (Republicanos), vem em terceiro, sendo seguido pela deputada estadual Martha Rocha (PDT) e o ex-presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello (Rede).

Risco-país em baixa

O risco-país brasileiro medido pelo CDS (Credit Default Swap) de cinco anos opera no menor nível em nove anos. Depois de nove quedas consecutivas, o índice está em 98 pontos, menor valor desde novembro de 2010, queda de 2,3%. O CDS funciona como um termômetro informal da confiança dos investidores em relação a economias, especialmente as emergentes. 

Bragantino quer atleta do Palmeiras

O atual campeão da Série B fez mais uma proposta por um jogador de um clube grande de São Paulo. Desta vez, o Bragantino foi atrás de Artur, atacante do Palmeiras que atuou pelo Bahia em 2019. O Verdão rejeitou a oferta lucrativa, mas a direção do Red Bull acredita que consiga comprar o atleta em breve por causa dos problemas financeiros da equipe paulistana.