Mercado abrirá em 50 mins

O que você precisa saber para começar a terça-feira

Foto: AP Photo/Eraldo Peres

Presidente do STF volta atrás em decisão polêmica, Bolsonaro anuncia que pode ser o presidente de seu novo partido e dólar fecha no maior valor desde o Plano Real.

Confira o que você precisa saber para começar a terça-feira (19):

Presidente do STF recua

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, voltou atrás da decisão que, em 25 de outubro, determinou que o antigo Coaf lhe enviasse cópias de todos os relatórios de inteligência financeira (RIFs) feitos nos últimos três anos. Na sexta (15), o procurador-geral da República, Augusto Aras, havia pedido ao magistrado que revogasse a decisão. No mesmo dia, Toffoli negou a solicitação.

Acumulo de funções?

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que pode assumir o comando nacional da Aliança pelo Brasil, partido que pretende lançar com seus apoiadores. Bolsonaro não quis dar mais detalhes e nem comentar se não seria acúmulo de funções comandar o Aliança pelo Brasil e a Presidência da República. Ele não respondeu sobre a possibilidade de que o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), um de seus filhos, assumir o comando da sigla. 

Dólar nas alturas

O dólar comercial fechou em alta de 0,32%, cotado a R$ 4,2060, com investidores na defensiva após relatos de que integrantes do governo chinês estariam "pessimistas" sobre a primeira fase do acordo comercial com os Estados Unidos.

Desmatamento em alta

A Amazônia teve 9.762 km² devastados entre agosto de 2018 e julho deste ano. No mesmo período do ano anterior, a taxa foi de 7.536 quilômetros quadrados. A informação é do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), com base em análise preliminar do sistema Prodes, que calcula as taxas anuais de desmatamento na floresta. Os dados foram divulgados em coletiva de imprensa pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

Fake News preocupam para 2020

Preocupado com a previsível avalanche de fake news numa eleição que envolve 5.570 municípios, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) quer coibir de forma explícita a disseminação de informações inverídicas e não verificadas durante a campanha do ano que vem. Um mecanismo contra o compartilhamento de notícias falsas foi incluído pela primeira vez em uma minuta de resolução do TSE. As resoluções são normas que balizam a atuação da Justiça Eleitoral durante as eleições.

Felipão cobiçado

Desempregado desde sua demissão no Palmeiras, Luiz Felipe Scolari pode voltar em breve a um país em que fez muito sucesso, a China. O técnico tem uma proposta para assumir o Beijing Gouan, time de Renato Augusto, que deve ficar no país se voltar a ter um comandante brasileiro.