Mercado fechará em 1 h 16 min
  • BOVESPA

    109.332,74
    +1.953,82 (+1,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.706,32
    +439,12 (+1,04%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,06
    +2,00 (+4,64%)
     
  • OURO

    1.801,00
    -36,80 (-2,00%)
     
  • BTC-USD

    19.146,40
    +694,43 (+3,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    380,20
    +10,45 (+2,83%)
     
  • S&P500

    3.632,44
    +54,85 (+1,53%)
     
  • DOW JONES

    30.070,99
    +479,72 (+1,62%)
     
  • FTSE

    6.432,17
    +98,33 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    26.588,20
    +102,00 (+0,39%)
     
  • NIKKEI

    26.165,59
    +638,22 (+2,50%)
     
  • NASDAQ

    12.045,00
    +139,75 (+1,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0363 (-0,56%)
     

O que você precisa saber e acompanhar nesta sexta

·7 minuto de leitura

Aqui estão as notícias para você começar o dia Silvia Zamboni/Valor Milton Maluhy Filho vai comandar o Itaú O Itaú Unibanco nomeou Milton Maluhy Filho, atual vice-presidente de finanças, para substituir Candido Bracher na presidência do banco. Bracher completa 62 anos em dezembro, idade-limite para ocupar o cargo. Maluhy Filho trabalhará junto a Bracher nos próximos três meses em um período de transição, e assume a presidência em 2 de fevereiro de 2021. IBGE informa Pnad Contínua mensal de agosto O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informa, às 9h, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), referente ao trimestre encerrado em agosto. Segundo a mediana das estimativas de 28 instituições financeiras e consultorias ouvidas pelo Valor Data, o percentual de desocupados em relação à força de trabalho ficou em 14,2%, vindo de 13,8% nos três meses encerrados em julho. As projeções variam de 13,8% a 14,9%. BC comunica Nota de Política Fiscal de setembro O Banco Central comunica, às 9h30, a Nota à Imprensa de Política Fiscal de setembro, com o resultado primário do setor público consolidado, que inclui o governo central, os governos estaduais e municipais e as empresas estatais (excluídos os bancos, a Petrobras e a Eletrobras). Em agosto, setor público consolidado registrou déficit primário de R$ 87,6 bilhões. No Governo Central e nas empresas estatais houve déficits de, na ordem, R$ 96,5 bilhões e R$ 219 milhões, enquanto os governos regionais obtiveram superávit de R$ 9,1 bilhões. Campos Neto participa de videoconferência com CEO do WhatsApp O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, tem despachos internos em São Paulo na manhã. Às 13h30, participa de videoconferência com William Cathcart, CEO do WhatsApp, para tratar de assuntos institucionais. Suzano tem prejuízo com variação cambial A Suzano encerrou o terceiro trimestre com prejuízo líquido de R$ 1,16 bilhão, 66,5% abaixo da perda líquida registrada um ano antes. A variação cambial teve efeito negativo de R$ 1,6 bilhão e o resultado das operações com derivativos foi negativo em R$ 1,3 bilhão. A receita líquida avançou 13% na comparação anual, para R$ 7,47 bilhões, beneficiada principalmente pela valorização de 35% do dólar médio ante o real. De acordo com o diretor de finanças e de relações com investidores da Suzano, Marcelo Bacci, 5% das 150,2 milhões de ações que eram da BNDESPar, braço de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e foram vendidas no início do mês estão hoje nas mãos de investidores pessoa física. A Suzano realiza teleconferência às 10h. B2W tem prejuízo 57% menor A B2W, companhia de comércio eletrônico que reúne sites como Americanas.com, Submarino e Shoptime, encerrou o terceiro trimestre com prejuízo de R$ 43,8 milhões, o que representa uma queda de 57,3% frente ao registrado no mesmo período do ano passado. O número refere-se ao resultado atribuído aos acionistas controladores. Em termos ajustados, o prejuízo foi de R$ 36,8 milhões, ante R$ 102,5 milhões de um ano antes. A receita da companhia cresceu 58,5%, para R$ 2,66 bilhões. A receita da companhia cresceu 58,5%, para R$ 2,66 bilhões, conforme as informações trimestrais (ITR) divulgadas hoje. As vendas totais (GMV) — que, além do estoque da varejista, incluem produtos comercializados por terceiros em seu site — subiram 56,2%, para R$ 7,26 bilhões. A B2W realiza teleconferência às 12h. Americanas vê lucro crescer 3,5% O lucro atribuído aos controladores da varejista Lojas Americanas cresceu 3,5% no terceiro trimestre, somando R$ 49,9 milhões. A receita líquida da companhia cresceu 21%, para R$ 5,13 bilhões, influenciada pelo aumento de 31,1% no volume de vendas bruto (GMV), que somou R$ 9,89 bilhões. Segundo a varejista, considerando apenas o canal de vendas digital o crescimento foi de 56,2%. A companhia encerrou o terceiro trimestre com posição de caixa líquido de R$ 4,9 bilhões. No mesmo período de 2019, a empresa tinha dívida líquida de R$ 4,3 bilhões. A teleconferência de resultados está marcada para 14h30. Grendene tem lucro 33,5% menor O lucro líquido da Grendene caiu 33,5% no terceiro trimestre, para R$ 110,8 milhões. A receita da companhia cresceu 8,5%, para R$ 630,8 milhões, acompanhando o aumento de quase 23% na venda de pares. A Grendene realiza teleconferência com analistas às 10h30. O conselho de administração da Grendene aprovou a distribuição antecipada de dividendos do exercício de 2020 no valor total de R$ 21,5 milhões (R$ 0,023 por ação ordinária). O montante será pago a partir de 18 de novembro. Grupo Fleury tem alta de 45% no lucro O Grupo Fleury registrou lucro líquido atribuído aos acionistas controladores de R$ 132 milhões no terceiro trimestre, o que representa alta de 45% ante os R$ 91 milhões registrados no mesmo período de 2019. A receita foi de R$ 874,6 milhões, alta de 15,7%. A teleconferência do Fleury está marcada para 11h. Stone vê lucro subir 42% A Stone registrou lucro líquido ajustado de R$ 287,9 milhões no terceiro trimestre de 2020, o que representa alta de 42,6% em relação ao mesmo período de 2019. Em relação ao segundo trimestre deste ano, houve alta de 133%. As receitas totais cresceram 39,2% em relação ao terceiro trimestre de 2019, para R$ 934,3 milhões. O volume de pagamentos processados foi de R$ 69,7 bilhões, alta de 114% e um recorde segundo o diretor-presidente Thiago Piau. Totvs tem queda de 9% no lucro A Totvs registrou lucro atribuído aos acionistas controladores de R$ 79,3 milhões no terceiro trimestre, o que representa queda de 9% ante os R$ 87,5 milhões registrados no mesmo período de 2019. A receita da companhia foi de R$ 677,7 milhões, alta de 17,8%. A empresa comenta os resultados às 11h. A companhia ressaltou que realizará uma assembleia geral extraordinária com seus acionistas para formular a nova proposta de combinação de negócios com a Linx. Segundo a Totvs, o objetivo é solucionar o receio “injustificado” dos conselheiros independentes da Linx. Lucro do Facebook sobe 29% O Facebook registrou lucro líquido de US$ 7,84 bilhões no terceiro trimestre deste ano, alta de 29% em relação ao mesmo período do ano passado. As receitas totais somaram US$ 21,47 bilhões no terceiro trimestre, alta de 22%, sendo que as receitas de publicidade somaram US$ 21,22 bilhões deste total, alta de 22% em relação ao mesmo período do ano passado. Twitter tem queda de 22% no lucro O Twitter lucrou US$ 29 milhões no terceiro trimestre, uma queda de 22% em relação ao mesmo período do ano passado. A receita líquida foi de US$ 936 milhões, aumento de 14%. A plataforma de mensagens adicionou 1 milhão de usuários diários no terceiro trimestre, em relação ao segundo trimestre, bem abaixo das estimativas dos analistas e muito longe dos 20 milhões adicionados em junho. Apple tem lucro 7,4% menor A Apple registrou lucro líquido de US$ 12,67 bilhões no quarto trimestre fiscal, encerrado em setembro, queda de 7,4% na comparação anual. A receita da companhia cresceu 1% no período, para US$ 64,7 bilhões, com 59% do faturamento vindo de fora dos Estados Unidos. Lucro da Amazon é três vezes maior A Amazon reportou lucro líquido de US$ 6,3 bilhões no terceiro trimestre, montante três vezes maior do que os US$ 2,1 bilhões registrados em igual período do ano passado. As vendas líquidas cresceram 37%, de US$ 70 bilhões para R$ 96,15 bilhões. Alphabet tem lucro quase 60% maior A Alphabet, controladora do Google, registrou crescimento de 59% no lucro do terceiro trimestre, para US$ 11,25 bilhões. A receita da companhia cresceu 14% no período de julho a setembro, para US$ 46,17 bilhões. Segundo a companhia, o resultado foi beneficiado pelo desempenho nos anúncios das plataformas Google e Youtube. Starbucks vê lucro cair 51% A rede de cafeterias americana Starbucks terminou o quarto trimestre fiscal, encerrado em setembro, com lucro de US$ 392,6 milhões, o que representa uma queda de 51% ante ao apurado no mesmo intervalo do ano fiscal anterior. A receita da companhia teve queda de 8,1%, para US$ 6,2 bilhões, influenciada ainda pelos efeitos da pandemia da covid-19, que reduziu o horário de funcionamento dos estabelecimentos e o tráfego de clientes. Pacaembu desiste de IPO A construtora Pacaembu desistiu de sua oferta inicial de ações (IPO na sigla em inglês). A precificação estava prevista para ocorrer ontem, mas foi abortada devido às condições de mercado.