Mercado fechado

O que você precisa saber e acompanhar nesta quarta

·4 minutos de leitura

Aqui estão as notícias para você começar o dia Divulgação/Shopping Guararapes Pague Menos projeta abrir 500 lojas A Pague Menos afirmou ao Valor que projeta 500 aberturas de lojas nos próximos cinco anos, com média de 100 aberturas por ano, e foco principalmente nas regiões Norte e Nordeste. Os investimentos em cada loja têm ficado em torno de R$ 1 milhão, o que totaliza R$ 500 milhões em investimentos, sendo que a companhia levantou R$ 746 milhões com sua oferta pública inicial. IBGE mostra Pesquisa Mensal de Serviços de agosto O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra, às 9h, a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) de agosto. Em julho, o volume de serviços no Brasil cresceu 2,6% frente a junho, na série com ajuste sazonal, acumulando um ganho de 7,9%. Na série sem ajuste sazonal, no confronto com julho de 2019, o volume de serviços recuou 11,9% em julho de 2020, quinta taxa negativa. Ipea informa indicador de inflação por faixa de renda O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) informa, às 10h, o Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda com dados até setembro. O indicador apresenta a evolução dos preços por grupos como alimentação, habitação, artigos de residência, vestuário, transportes, saúde e cuidados pessoais, despesas pessoais, educação e comunicação. Plenário do STF julga suspensão de liminar contra traficante O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, vai levar ao plenário, às 14h, o caso do traficante André Oliveira Macedo, o André do Rap, líder da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Triple Play faz precificação de IPO A Triple Play faz nesta quarta-feira a precificação de sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês). A faixa indicativa de preço da companhia ficou entre R$ 12,50 e R$ 15,50. Considerando a oferta base e o meio faixa indicativa, de R$ 14, a oferta pode movimentar R$ 1,306 bilhão. Considerando os lotes suplementar e adicional, o montante pode chegar a R$ 1,763 bilhão. A Triple Play estreia na B3 na sexta-feira com o ticker CONX3. Rede D’Or protocola prospecto de IPO A Rede D’Or protocolou o prospecto preliminar para realização de sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês), nas modalidades primária e secundária. Não há informações oficiais sobre o número de ações, mas o Valor apurou que a oferta pode chegar a R$ 10 bilhões. BTG quer comprar a Atvos O BTG Pactual avalia adquirir o controle das usinas sucroalcooleiras da Atvos, que pertencem ao grupo Odebrecht e estão em recuperação judicial desde maio de 2019, segundo fontes ouvidas pelo Valor. O aporte na companhia, que tem dívidas de cerca de R$ 11 bilhões, deve ser de R$ 500 milhões. A Atvos busca novos investidores para dar continuidade às suas operações, que contam com capacidade total de moagem de 37 milhões de toneladas de cana. MPT entra com ação contra JBS O Ministério Público do Trabalho entrou com uma ação civil pública contra a JBS pedindo R$ 15 milhões em danos morais coletivos em razão da postura da empresa ante a pandemia. O MPT acusa a JBS de ter sido omissa na adoção de medidas para proteger trabalhadores em abatedouros de aves e suínos em Santa Catarina, não fornecendo testes para detecção da covid e não afastando funcionários com sintomas compatíveis com a doença. A produtora de carnes também informou que sua subsidiária americana Pilgrim’s concordou em pagar multa de US$ 110,5 milhões à Justiça por restringir a competição em três contratos de venda de produtos de carne de frango de corte. Vinci encerra captação para compra de ativos da BR Properties O fundo de investimentos Vinci Offices encerrou o processo de captação da oferta de cotas que compraria ativos da BR Properties por R$ 120,2 milhões. A Vinci Offices afirma que a oferta não atingiu o montante base de captação do fundo de cotas e o valor captado foi insuficiente para efetivar a venda de participação da BR Properties nos Edifícios Souza Aranha I e II, no Edifício Porto Alegre e no Edifício Brasília. BAT Brasil é o novo nome da Souza Cruz A BAT Brasil, novo nome da Souza Cruz após estratégia do grupo controlador British American Tobacco (BAT), deve registrar alta das vendas pela primeira vez em dez anos. A expectativa é de que a venda de cigarros em 2020 avance 4% em relação a 2019, com 40 bilhões de unidades. Uma das razões seria o fechamento da fronteira com o Paraguai, porta de entrada de cigarros ilegais.