Mercado abrirá em 3 h 42 min
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    37,27
    -0,12 (-0,32%)
     
  • OURO

    1.880,00
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    13.120,30
    -35,06 (-0,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    259,60
    -13,09 (-4,80%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.601,53
    +18,73 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    24.606,54
    -102,26 (-0,41%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.261,25
    +128,50 (+1,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7261
    -0,0083 (-0,12%)
     

O que você precisa saber e acompanhar nesta terça

·3 minutos de leitura

Aqui estão as notícias para você começar o dia Alexandre Cassiano/Agência O Globo Petrobras inicia venda do Polo Potiguar A Petrobras iniciou a fase não vinculante para a venda de sua participação acionária do Polo Potiguar, no Rio Grande do Norte. O complexo inclui 26 concessões, sendo 23 terrestres e três em águas rasas. A produção do polo em 2019 foi de aproximadamente 23,3 mil barris de petróleo por dia. Tesouro anuncia Resultado Primário do Governo Central de agosto A Secretaria do Tesouro Nacional anuncia, às 14h30, o Resultado Primário do Governo Central - que reúne as contas do Tesouro, da Previdência Social e do Banco Central - de agosto. O governo central registrou déficit primário de R$ 87,835 bilhões em julho. No mesmo mês do ano passado, as contas haviam ficado negativas em R$ 5,934 bilhões. Trump e Biden participam de primeiro debate eleitoral Às 22h (horário de Brasília), ocorre o primeiro debate entre o atual presidente dos Estados Unidos e candidato à reeleição pelo Partido Republicano, Donald Trump, e seu principal opositor, o candidato democrata Joe Biden. O encontro entre os representes dos dois grandes partidos do país à Casa Branca para as eleições marcadas para 3 de novembro será realizado na Universidade Case Western Reserve, na cidade de Cleveland, em Ohio. Golar pode ter de ficar de fora de disputa O grupo de gás e energia Golar pode ter que ficar de fora da disputa de um terminal de regaseificação de gás natural liquefeito (GNL) na Bahia, agendado para amanhã. A Petrobras já tinha pré-qualificado 13 empresas, incluindo uma subsidiária do grupo Golar, cujo presidente está sendo investigado pelo Ministério Público Federal por suspeita de esquema de propina envolvendo justamente a Petrobras. Mas há um outro problema: pelas condições impostas na licitação, companhias do setor entendem que só a Golar tinha capacidade de atender às exigências da Petrobras. Oferta da Stone pela Linx não atende governança do Itaú Asset A forma como foi estruturada e conduzida a proposta feita pela Stone para adquirir a Linx não atende à política interna de governança do Itaú Asset, revela um carta da gestora de recursos do banco Itaú enviada aos conselheiros independentes da Linx. Os problemas apontados são o acordo com multas elevadas em caso de não aprovação do negócio e também para o caso da desistência da Linx e os valores do contrato de não competição com os fundadores da Linx. IRB quer emitir debêntures O IRB Brasil está em busca de investidores interessados em uma emissão até R$ 900 milhões em debêntures. O coordenador líder da operação é o Bradesco BBI. Hapvida compra Grupo Santa Filomena A Hapvida adquiriu o Grupo Santa Filomena, de Rio Claro (SP), por R$ 45 milhões. Além de um hospital com 73 leitos, o grupo inclui um centro clínico, um centro de medicina por imagem e a operadora de saúde Filosanitas, com 5,5 mil beneficiários. Boa Vista fixa preço de IPO O Boa Vista fixou o preço de sua oferta inicial de ações em R$ 12,20 por ação, o que resulta em R$ 2,17 bilhões em recursos captados. Plano de recuperação da Restoque é homologado A Restoque informou que o plano de recuperação extrajudicial foi homologado, com adesão de 87% dos credores, e que a empresa fará uma nova emissão de debêntures. A oferta representará 100% do passivo financeiro e terá vencimento em 2025. Iguatemi aprova emissão de debêntures O conselho de administração do Iguatemi aprovou a emissão de R$ 500 milhões em debêntures, em duas séries e com datas de vencimento em 28 de setembro de 2025 e 28 de setembro de 2027. A companhia afirma que usará os recursos para reforço do capital de giro, alongamento do perfil de dívida e gestão ordinária dos negócios.