Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,58
    +0,28 (+0,38%)
     
  • OURO

    1.776,40
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    34.430,66
    +1.163,78 (+3,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    829,45
    +42,83 (+5,44%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    29.069,57
    +194,34 (+0,67%)
     
  • NASDAQ

    14.351,00
    -3,25 (-0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8650
    +0,0027 (+0,05%)
     

O que você precisa fazer antes de vender seu iPhone ou Android?

·4 minuto de leitura
O que você precisa fazer antes de vender seu iPhone ou Android?
O que você precisa fazer antes de vender seu iPhone ou Android?

Você está pensando em vender (ou doar) seu iPhone ou Android? Você vai comprar (ou já comprou) um modelo atualizado (ou de outra marca) e quer que o seu celular seja útil para outra pessoa, assim como foi para você? Então, seja qual for o motivo que te levou a passar seu smartphone para outro alguém, é necessário que algumas tarefas muito importantes sejam feitas.

São procedimentos essenciais que tratam da sua segurança, da sua privacidade e até mesmo da entrega de um produto muito bem preparado para que outra pessoa possa fazer o melhor uso possível dele. É preciso deixar tudo em ordem para que não surjam problemas bem inconvenientes depois que seu celular já foi parar em outras mãos.

Essencialmente, existem algumas tarefas que precisam muito ser realizadas. Passando do backup, à entrega de um aparelho devidamente higienizado. É crucial fazer a exclusão de conteúdos gravados na memória, além da exclusão do dispositivo nas contas em nuvem. Também é importante remover cartões e acessórios (como a capinha) e, outro ponto que precisa ser lembrado na venda de um iPhone ou de um celular Android é a anotação do número IMEI.

Backup e exclusão de fotos e outros arquivos

Durante o tempo, é comum que a gente acabe armazenando arquivos em nossos celulares, como fotos que tiramos ou recebemos, vídeos, números de contatos, comprovantes bancários, PDFs de documentos, etc. Antes de se despedir do seu aparelho, é essencial que seja feito o backup desses documentos. Ou seja, tudo aquilo que há de importante e que você quer guardar deve ser copiado e enviado para outro lugar onde você tem acesso, seja para um HD externo ou para uma conta em nuvem. Há os casos em que o telefone já está sincronizado com a nossa conta Google ou iCloud, o que já facilita este processo, bastando acessar a área de ajustes ou configurações do dispositivo e selecionando Backup.

Em seguida, é a hora de esvaziar o iPhone ou o Android que vai ser vendido. Este passo é praticamente deixar o celular na configuração de fábrica, ou melhor dizendo, formatar o telefone. Esse é um dos principais passos para garantir nossa privacidade. Por falar nisso, assusta saber que cerca de 90% dos celulares descartados têm informações confidenciais dos ex-donos.

Excluir celular das contas em nuvem anotar IMEI e retirar o cartão

Antes ou após fazer a formatação do telefone, é possível excluir o aparelho das contas Google, ou iCloud, assim como desvincular ele de outras plataformas, como Samsung Cloud ou Amazon. Da mesma forma, antes de concluir a venda (ou repassar) o celular Android ou iPhone, é bom confirmar se realmente não está acontecendo acesso automático a redes sociais e demais ambientes em que é necessário login e senha.

Neste momento, você já está prestes a deixar o celular livre para outras aventuras em outras mãos. Como segurança, também é bom ter registrado contigo o número IMEIdo telefone, até mesmo se for o caso em que uma loja de usados vai revender o aparelho. O IMEI é um número de identificação único e exclusivo do celular (assim como é o nosso RG ou CPF) e que vem geralmente gravado na caixa do produto, ou na parte de dentro, atrás da bateria do telefone. É possível saber o número do IMEI discando *#06#, lembrando que, nos casos de celular dualchip, há um número para cada um dos slots de chips.

Antes de finalmente chamar o celular de “zerado”, temos que retirar o cartão ou os cartões SIM e de memória microSD. Além disso, é recomendável retirar acessórios, como capinha de proteção e adesivos que foram usados para personalizar o iPhone ou o Android que está sendo vendido ou dado de presente. Até porque, essa ação pode ajudar bastante na hora de higienizar o aparelho. Aliás, a higienização do dispositivo é uma atividade que deve ser feita a todo momento, com uma boa dose de frequência, sendo para vender ou não o celular. Acessando aqui, você pode saber direitinho como fazer essa limpeza.

Até mais, antigo celular

Se você vai mandar o telefone para o novo dono por meio de algum serviço de entrega, é necessário ter atenção à embalagem, como acomodar de forma segura o celular para não ficar batendo ou correndo risco de sofrer algum dano. Fotografe o aparelho antes de colocar na embalagem, como forma de segurança e comprovação de bom estado. Também é muito importante prestar toda atenção nos trâmites burocráticos e documentos de venda e transporte, quando é o caso.

Estando tudo ok, é hora de se despedir daquele tão amigo iPhone, ou do grande companheiro Android, que vai começar sua nova jornada nas mãos do novo dono. Sendo útil e fazendo o novo usuário feliz, como te fez feliz durante todo o tempo em que esteve contigo.

Imagem: mixetto/iStock

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos