Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    44.662,79
    -2.957,00 (-6,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

O que Verdão e Peixe podem fazer com o prêmio de campeão da Libertadores

Jorge Nicola
·2 minuto de leitura
Palmeiras e Santos disputam a final da Libertadores neste sábado, no Maracanã. Foto: Alexandre Schneider/Getty Images
Palmeiras e Santos disputam a final da Libertadores neste sábado, no Maracanã. Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

Além do título da Libertadores, Palmeiras e Santos ainda disputarão neste sábado um prêmio de US$ 15 milhões pago pela Conmebol ao campeão. Isso equivale a aproximadamente R$ 81 milhões, dinheiro que cairia como uma luva especialmente em época de pandemia da Covid-19, com perdas gigantes de receitas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Mas o que é possível fazer com pouco mais de R$ 81 milhões? Essa grana equivale, por exemplo, a quase seis meses da folha de pagamento do Palmeiras. Já o Santos conseguiria quitar oito meses de salários e direitos de imagem de elenco e comissão técnica.

Leia também:

Diante de tanto dinheiro, a maioria dos torcedores já imagina contratações. E seria possível fazer várias com R$ 81 milhões. Hulk, por exemplo, começou suas negociações com clubes brasileiros pedindo R$ 24 milhões por ano entre salários e luvas, ou seja, seria possível bancá-lo por mais de três temporadas.

Borré e De la Cruz, craques do River Plate que ficam sem contrato a partir de junho, também poderiam ser contratados com essa bolada. O atacante Borré, que é colombiano, tem pedido 10 milhões de euros ou R$ 66 milhões como prêmio pela assinatura do contrato. O restante poderia ser usado em salários.

Até Diego Costa, um dos jogadores mais caros entre os disponíveis no mercado, ficaria bem mais acessível a partir da grana da Conmebol. O ex-centroavante do Atlético de Madrid tem sondagens de times chineses para ganhar mais de R$ 2,5 milhões mensais.

Grana para o vice: O perdedor da decisão entre Palmeiras e Santos não sairá de mãos abanando. Embora o prêmio seja muito menor, caberá ao vice US$ 6 milhões ou R$ 32 milhões.

Vale a lembrança que os finalistas já faturaram, ao longo de toda a Libertadores, outros R$ 40 milhões com os prêmios por participação em cada uma das fases.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos