Mercado abrirá em 57 mins

O que torna as rãs-de-vidro transparentes é o sangue, revela estudo

As rãs-de-vidro (Hyalinobatrachium fleishmanni) se destacam em meio aos anfíbios por sua transparência: é tanta, que os órgãos desses animais podem até mesmo ser vistos através da pele. Em estudo publicado na revista Science, os especialistas finalmente descobriram o segredo dessa característica: o sangue.

Os autores do estudo explicam que, quando essas rãs vão dormir, elas extraem 89% de seus glóbulos vermelhos de cores vivas para bolsas revestidas de cristal em seu fígado, que refletem a luz recebida e resultam nessa aparência quase invisível. A teoria é que essa habilidade ajuda os animais a evitar predadores.

“A transparência é rara e muito difícil, porque os tecidos estão cheios de coisas que absorvem e espalham a luz. Os glóbulos vermelhos também absorvem muita luz, e descobrimos que as rãs podem realmente escondê-los, colocando-os no fígado", apontam os cientistas.

Para entender esse truque, os cientistas precisaram usar técnicas de imagem para quantificar como a transparência aumenta durante o sono e identificar os glóbulos vermelhos depois que eles desapareceram dentro do fígado. O estudo também permitiu compreender que as rãs-de-vidro adormecidas têm uma média de 96,6% menos hemoglobina oxigenada em circulação do que quando estão acordadas.

Os pesquisadores acreditam que descobrir as razões por trás da transparência das rãs-de-vidro pode levar a avanços na medicina humana, já que muitos glóbulos vermelhos em um só lugar geralmente formam um coágulo, que pode bloquear um vaso sanguíneo e levar a uma condição potencialmente fatal, como a trombose. Só que as rãs aparentemente podem condensar e expandir seus glóbulos vermelhos à vontade, sem nenhum efeito negativo. Em outras palavras, há um mecanismo biológico que evita a coagulação excessiva.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: