Mercado abrirá em 4 h 43 min
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,82 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,33
    +0,57 (+0,68%)
     
  • OURO

    1.797,30
    +1,00 (+0,06%)
     
  • BTC-USD

    62.167,56
    +1.419,71 (+2,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.236,40
    +31,85 (+0,44%)
     
  • HANG SENG

    26.146,14
    +19,21 (+0,07%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.374,75
    +33,75 (+0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5781
    -0,0027 (-0,04%)
     

O que sua empresa deve saber para transformar eventos sazonais em uma grande fonte de renda

·3 minuto de leitura

Este conteúdo é patrocinado por PayPal

O e-commerce entrou de vez na vida de muitos brasileiros. E, ao longo dos últimos anos, nos tornamos mais receptivos também à ideia de comprar coisas pela internet vindas de outros países. Mas não só nós. Segundo o Relatório Comércio sem Fronteira, produzido pela especialista em pagamentos online PayPal, quase um quarto dos compradores mundiais já se sentem mais confortáveis ​​com compras internacionais. E isso é uma boa oportunidade para empresas brasileiras.

“A onda de digitalização que atingiu o mundo revelou que os países passaram a ter mais em comum do que o que os diferenciava”, diz Felipe Facchini, Head de Vendas do PayPal no Brasil. “Países com alta adoção de e-commerce, como os Estados Unidos, cresceram 10 anos em apenas 90 dias; e mercados com menor penetração experimentaram migrações massivas para as compras online, lideradas por países altamente dinâmicos, como o Brasil. Agora, imagine um e-commerce nacional com uma versão de sua loja em inglês e vendendo com PayPal?”, reflete.

Paixão por descontos, um ponto em comum

Um exemplo dessa união de mercados é o apelo universal dos descontos que impulsiona vendas em momentos específicos do ano chamados de eventos sazonais - aqueles que se repetem sempre na mesma época ou data. A Black Friday é um bom exemplo. No Brasil, é o maior acontecimento anual do varejo, com grandes descontos em itens caros e compradores ansiosos que planejam suas compras meses antes. Junto com o Natal e o Dia das Mães, puxa para cima os números dos varejistas nacionais.

Isso se repete pelo mundo. Eventos sazonais regulares como Diwali na Índia, Dia dos Solteiros na China, El Buen Fin no México e Dia Internacional da Mulher na Rússia apresentam números significativos - e crescentes - de vendas online. E empresas brasileiras de médio e grande porte devem estar de olho nisso.

Como vender para fora?

Aproveitar essas datas em outros países é possível. Mas como ter sucesso nesse tipo de comércio internacional alimentado pela sazonalidade? Alguns conselhos práticos extraídos do Relatório Comércio sem Fronteira podem ajudar (vale ler o documento completo para entender como isso funciona em diferentes mercados).

Leve em conta, por exemplo, preço e disponibilidade do produto. Ao vender no exterior para compradores sazonais (gente aproveitando datas e eventos específicos), as empresas de fora devem competir em preço e variedade com as domésticas.

Da mesma forma, velocidade de envio é algo que também merece atenção. Quando se trata de eventos quentes e urgentes, como Black Friday e Natal, a comunicação clara e o atendimento rápido ao cliente fazem toda a diferença. Garantir uma experiência - incluindo o pós-venda - favorável ao comprador é um diferencial que qualquer empresa deve almejar.

A oferta e a estrutura não funcionam, contudo, sem um investimento em preferências de pagamento online. É preciso oferecer métodos que facilitem a compra nos países em questão. Em todos os 13 mercados pesquisados para a produção do relatório, por exemplo, 31% dos compradores apontam o PayPal como uma opção preferida na hora de pagar, enquanto 26% preferem cartões de crédito.

Leia o relatório completo do PayPal e descubra como sua empresa pode se beneficiar do comércio internacional

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos